segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

O pior e o melhor de 2007

Especialistas apontam os produtos de sucesso e as decepções no mundo da tecnologia

RODOLFO LUCENA
Folha de Sâo Paulo

O Windows Vista, o novíssimo sistema operacional da toda-poderosa Microsoft, foi considerado o pior produto de informática do ano por um eclético júri de especialistas brasileiros e estrangeiros ouvidos pela Folha ao longo deste mês. O resultado da escolha dos 27 jurados ecoa a seleção da revista norte-americana "PC World", que considerou o Vista a grande decepção do ano, e outras listas da imprensa especializada.
Apesar das vendas fabulosas -no ano fiscal de 2007, a Microsoft vendeu mais de 55 milhões de licenças do Vista-, houve forte reação desfavorável. E a Microsoft acabou aceitando o downgrade -a desatualização, a volta atrás: se você comprar um PC com Vista e não gostar, pode trocar o sistema pelo antigo Windows XP.
A própria Microsoft avalia: "Francamente, o mundo não estava 100% pronto para o Windows Vista", disse o vice-presidente corporativo da empresa, Mike Sievert, em entrevista à imprensa dos EUA.
Quem também não agradou foi a TV digital, que levou o segundo lugar como pior produto, com sete votos no júri Folha. É fácil entender: apesar das imagens mais bacanas, ela chegou ao Brasil capenga e cara. Por enquanto, os especialistas recomendam não embarcar no novo sistema.
Completam o pódio dos piores, empatados com cinco votos, o Second Life, os serviços de banda larga no Brasil e o Palm Foleo -um subnotebook com Linux que foi anunciado no primeiro semestre e teve seu lançamento cancelado.
No extremo oposto, o grande vencedor como melhor produto do ano foi o iPhone, o celular da Apple controlado pela tela. Mas ele também aparece na lista dos piores, por causa da venda vinculada, nos Estados Unidos, à compra de um pacote de serviços da operadora AT&T.
Veja a votação completa no blog www.folha.com.br/circuitointegrado.

Clube Do Balanço Na Tv Cultura.

Nesta Segunda, 31 / 12 às 22:40 hs.

Marco Mattoli (guitarra e vocal), Tereza Gama (voz), Edu Salmaso (bateria), "Gringo" Pirrongelli (baixo), Tiquinho (trombone), Fred Prince (percussão), Marcelo Maita (piano), Reginaldo Gomes (trompete) e Augustinho Bocão (percussão), comandam a primeira edição do projeto Clube Do Balanço Convida, que aconteceu nos dias 09, 10 e 11 de novembro no Auditório Ibirapuera.

Nesses shows, o Clube contou com as ilustres presenças de Orlandivo, Rappin' Hood, Osvaldinho Da Cuíca e Tobias Da Vai Vai.

Já é 2008 na Austrália. Em Sydney, milhares assistiram à queima de 3 toneladas de fogos


Happy New Year, Alê!

Show do Raça Negra no Paraguai é proibido por poluição sonora

A notícia é véia, mas merece postagem!!!!

A Prefeitura de Assunção proibiu hoje, por receio de que haja poluição sonora, o show do grupo brasileiro de pagode Raça Negra, que seria realizado na próxima sexta-feira (9) em uma casa noturna da capital.
A resolução invoca a lei de "prevenção da poluição sonora", que proíbe "causar ruídos e sons incômodos, assim como vibrações que, por razão de horário, lugar ou intensidade afetem a tranqüilidade, o repouso, a saúde e os bens materiais da população".
A proibição, sancionada pela prefeita Evanhy de Gallegos, se fundamenta no fato de os decibéis de outro show recente no mesmo local, chamado Málaga, terem "ultrapassado os níveis permitidos pela norma de referência".
Assim, "adverte-se que, no local, os níveis de barulho podem voltar a superar os índices toleráveis, motivo pelo qual é aconselhável não dar curso ao solicitado", ressalta a resolução, ao rejeitar a permissão pedida pelos organizadores do show.
O Raça Negra começa amanhã (8) uma turnê no Paraguai, com um espetáculo em Pedro Juan Caballero, nordeste do país, e encerra a viagem no domingo (11) com um show em Salto del Guairá, na mesma região.
07/11/2007. Folha de São Paulo

HAHAHAHAHA...

sábado, 22 de dezembro de 2007

População do país cresce menos que previsto

Novos dados do IBGE mostram que Brasil tem 183,99 milhões de habitantes, 3 milhões a menos do que as estimativas.

Previsões sobre a evolução populacional nos próximos 40 anos serão refeitas; Brasil tem hoje 11.422 pessoas com mais de cem anos.

ELVIRA LOBATO
PEDRO SOARES

Ao contar a população de 5.435 municípios para o Censo de 2007, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) descobriu que o país tem 3 milhões de habitantes a menos do que apontavam as estimativas oficiais até então. No cálculo revisto, o número de brasileiros baixou de 187,23 milhões para 183,99 milhões.
Os dados mostram que o número de mulheres na população superou o de homens e que há pelo menos 11 mil pessoas com cem anos ou mais e 17 mil casais do mesmo sexo.
A contagem populacional foi feita nas cidades com até 170 mil habitantes. Nos Estados com apenas um ou dois municípios com população superior a esse limite, o Censo teve abrangência de 100%. Ficaram de fora as 129 maiores cidades, que representam 40% da população do país. Nesse grupo, o número de habitantes foi reestimado com base na taxa de crescimento apontada no Censo.
O IBGE imaginava encontrar 29 milhões de domicílios e 111 milhões de habitantes nas localidades recenseadas, mas contabilizou 30 milhões de residências e 108 milhões de brasileiros. A média de pessoas nos domicílios, que era de 3,9 em 2000, caiu para 3,5 em 2007.
Segundo o presidente do IBGE, Eduardo Pereira Nunes, as estimativas pressupunham uma taxa anual de crescimento populacional de 1,4%. Mas o Censo mostrou crescimento inferior, de 1,2% ao ano. Em razão disso, todas as estimativas sobre a evolução da população para os próximos 40 anos serão refeitas. Essas projeções só serão conhecidas no ano que vem.
Até agora, o IBGE previa que a população chegaria ao ápice de 260 milhões de habitantes em 2060. A partir daí, começaria a declinar por conta da queda da fecundidade e do envelhecimento populacional.
Diante dos novos números, o país não deve atingir essa marca. Ficaria na faixa de 258 milhões, se a fecundidade se mantiver no atual nível -dois filhos por mulher.
A taxa de natalidade vem caindo desde a década de 1960. Se fosse mantido o ritmo daquele período, o Brasil já teria 260 milhões de habitantes, segundo Nunes.
"Os dados indicam um processo muito importante: a redução nítida da taxa de fecundidade da população, o que vai definir um perfil novo da população brasileira, mais maduro e envelhecido. A proporção de crianças vai se reduzir, e a população de idosos vai aumentar, o que terá implicações nas políticas públicas de saúde e Previdência. Um retrato disso é o número de pessoas com mais de cem anos", disse ele.
Pela primeira vez, o IBGE divulgou dados sobre pessoas com cem anos ou mais. São 11.422 nos 5.435 municípios.
Prova de que as mulheres são mais longevas, elas representam 70% desse total -ou 7.950. Esse número pode triplicar quando as grandes cidades forem recenseadas em 2010, pois a expectativa de vida é maior nos grandes centros em razão do maior acesso aos serviços de saúde.
Chamam atenção as capitais do Maranhão (São Luís) e do Rio Grande do Norte (Natal) com 144 e 118 pessoas nessa faixa, respectivamente, além da Bahia, o Estado com maior número de pessoas com cem anos. Ao saber disso, dona Canô, 100, moradora de Santo Amaro (71 km de Salvador), apressou-se: "A Bahia sempre tem uma coisinha a mais".
Essa coisinha, para dona Canô, mãe dos cantores Caetano Veloso e Maria Bethânia, é a soma da despreocupação com o clima agradável. A matriarca comemorou cem anos em 16 de setembro. "Se eu chegar a mais alguns anos, quero passar aqui mesmo. Mas se não chegar, eu já estou satisfeita", diz.

Políticas públicas
O perfil mais envelhecido da população representa um desafio em termos de políticas públicas, avalia Nunes. ""Novas questões serão colocadas, como a construção de mais clínicas geriátricas, e menos de pediátricas; a adaptação de imóveis e de ônibus para a população mais velha", afirmou. De 1940 para 2007, a expectativa média de vida do brasileiro passou de 40 para 72 anos.

Folha de São Paulo

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Especial retrata vida de Tim Maia

Eu acho "de uma graça" a Tv Globo! Quando vivo, Tim Maia não podia pisar na Tv de Roberto Marinho! Agora, são tantas homenagens. Temos que fazer em vida, rapazes!!!

Mas, como fã de Tim, assistirei. :P

Especial retrata vida de Tim Maia

da Folha Online

O especial "Por Toda Minha Vida", exibido pela TV Globo na próxima sexta-feira (14), após o "Globo Repórter", dramatiza a trajetória de Tim Maia, com apresentação de Fernanda Lima.
Com uma estrutura que compreende depoimentos de familiares e amigos, dramatização e trechos de shows e reportagens, o programa destaca os momentos mais importantes da trajetória de Sebastião Rodrigues Maia.
O talento musical de Tim Maia aflorou muito cedo. Aos 8 anos já cantava, aos 12, estudava violão, e com 14 anos formou seu primeiro Gravaram depoimentos para o programa os irmãos Luzia Motta e Altivo Maia, o filho Carmelo Maia, o enteado Léo Maia, o sobrinho e compositor Ed Motta, o biógrafo do cantor, Nelson Motta.
Além deles, os músicos Erasmo Carlos, Jorge Ben Jor, Sandra de Sá, Eduardo Araújo, Fábio, Tinho Martins, Hyldon, Elói Vicente e Neil Teixeira também gravaram depoimentos, entre outras personalidades.
No especial, Tim Maia será interpretado, na infância, por Bruno Arguilhes Fisher, na adolescência, por Robson Nunes, e, na fase adulta, por Charles Maia.


Madonna e Leonard Cohen vão entrar para o Hall da Fama do Rock

Por Michelle Nichols

NOVA YORK

- A popstar Madonna, o cantor e compositor de folk rock Leonard Cohen, o roqueiro John Mellencamp, o grupo pop The Dave Clark Five e o grupo de rock instrumental The Ventures vão entrar para o Hall da Fama do Rock and Roll em 2008.
Os cinco, cujos nomes foram anunciados na quinta-feira e foram escolhidos por 600 profissionais do setor da música, derrotaram Donna Summer, o grupo nova-iorquino de funk Chic, o pioneiro do rap Afrika Bambaataa e o grupo de hip-hop The Beastie Boys na disputa pela homenagem.
Os artistas têm direito a entrar no Hall da Fama depois de 25 anos do lançamento de seu primeiro single ou álbum. Eles passam a ser representados numa exposição permanente no museu do Hall da Fama do Rock and Roll, em Cleveland, Ohio.
John Mellencamp e o The Dave Clark Five já tinham sido indicados anteriormente, mas este é o primeiro ano em que Madonna podia ser indicada.
Madonna, 49 anos, fez sua estréia em 1982. Seu primeiro álbum, "Madonna", inclui sucessos como "Holiday", "Borderline" e "Lucky Star", que ajudaram a transformá-la numa das artistas de maiores vendas da história. Ela já vendeu mais de 200 milhões de álbuns em todo o mundo.
Joel Peresman, presidente da Fundação Hall da Fama do Rock and Roll, disse que o fator que realmente determina a entrada de alguém no Hall da Fama é "sua influência e o lugar que ocupa na história".
A Fundação descreve o canadense Leonard Cohen, que também é poeta e romancista, como "ícone do movimento de cantores e compositores do folk rock", situado no "mais elevado e influente escalão dos compositores".
A banda Dave Clark Five liderou as paradas britânicas em 1965 com "Glad All Over" e foi descrita pela Fundação como "enorme fenômeno pop". Ela se desfez em 1970 e vendeu 50 milhões de álbuns até hoje.
A The Ventures, de Seattle, tem sucessos que incluem "Walk Don't Run" e "Hawaii Five-O" e, segundo a Fundação, teria definido o rock instrumental dos anos 1960.
A Fundação descreveu John Mellencamp como "símbolo das esperanças, lutas e paixões da América", com várias canções de sucesso, como "Hurts So Good", "Pink Houses" e "I Need A Lover".
Os escolhidos serão homenageados numa cerimônia em Nova York em 10 de março.

Como um adovogado termina seu namoro.

TERMO OFICIAL DE ENCERRAMENTO DE NAMORO
Prezada Otaviana Pereira Lima, face aos acontecimentos de nosso relacionamento, venho por meio desta, na qualidade de homem que sou, apesar de Vossa Senhoria não me deixar demonstrar, uma vez que não me foi permitido devassar vossa lascívia, retratar-me formalmente de todos os termos até então empregados à sua pessoa, o que faço com supedâneo no que segue: DA INICIAL MÁ FÉ DE VOSSA SENHORIA CONSIDERANDO que nos conhecemos na balada e que nem precisei perguntar seu nome direito, para logo chegar te beijando; CONSIDERANDO seu olhar de tarada enquanto dançava na pista esperando eu me
aproximar; que com os beijos nervosos que trocamos naquela noite, Vossa Senhoria me induziu a crer que logo estaríamos explorando nossos corpos, em incessante e incansável atividade sexual. Passei então, a me encontrar com Vossa Senhoria; DOS PREJUÍZOS EXPERIMENTADOS CONSIDERANDO que fomos ao cinema e fui eu quem pagou as entradas, sem se falar no jantar após o filme; CONSIDERANDO que já levei Vossa Senhoria em boates das mais badalada de caras, sendo certo que fui eu, de igual sorte, quem bancou os gastos; até à praia já fomos juntos, sem que Vossa Senhoria gastasse um centavo sequer, eis que todos os gastos eram por mim experimentados, e que Vossa Senhoria não quis nem colocar biquíni alegando que estava ventando muito. DAS RAZÕES DE SER DO PRESENTE CONSIDERANDO ainda que até presente data, após o longínquo prazo de duas semanas, Vossa Senhoria não me deixou tocar, sequer na Sua panturrilha; e não me deixa encostar a mão nem na sua cintura com a alegaçãozinha barata de que sente cócegas.
DECIDO SOBRE O NOSSO RELACIONAMENTO O SEGUINTE: Vá até a mulher de vida airada que também é sua progenitora, pois eu não sou mais um ser humano
do sexo masculino que usa calças curtas e a atividade sexual não é para mim, um lazer, mas sim uma necessidade premente. Não me venha com "colóquios flácidos para acalentar bovino" (conversa para boi dormir) de que pensava que eu era diferente. Saiba que vou te processar por me iludir aparentando ser a mulher dos meus sonhos, e na verdade, só me fizeram perder tempo, dinheiro e jogar elogios fora, além de me abalar emocionalmente.
Sinceramente, sem mais para o momento, fique com o meu cordial "vá tomar no meio do olho do orifício rugoso" que esse relacionamento já inflou o volume da minha bolsa escrotal! Face ao exposto, dou por encerrado o
nosso relacionamento, nada mais subsistindo entre nós, salvo o dever de indenização pelos prejuízos causados.
Rio Branco, 15 de março de 2006.
Astrobaldo Onofre Queiroz
OAB/AC 0000000

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Pedido de Natal

PEDIDO DE NATAL DE UMA CRIANÇA PALMEIRENSE!
“Querido Papai Noel. Não quero mais nada.
Obrigado.”

Quanto maior o abraço... Mais gostoso é!

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Publicidade honesta 2













Publicidade honesta



Avisos importantes!






Respostas de crianças!

Estas perguntas foram feitas à crianças
de 6 a 10 anos.
Respostas abaixo.

COMO DECIDIR COM QUEM SE CASAR?

Precisa procurar alguém que gosta das mesmas coisas que você. Se você gosta de futebol, ela também deve gostar quando você assiste futebol e assim ela te traz batata frita e cerveja.
Alfredo, 10 anos

Ninguém decide sozinho com quem casar. Deus decide por você, muito tempo antes, e você tem que entender.
Cristina, 10 anos

QUAL É A MELHOR IDADE PARA CASAR?

A melhor idade é os 23, porque assim você conhece o teu marido pelo menos há 10 anos.
Camila, 10 anos

Não existe a melhor idade para casar. Tem de ser muito estúpido pra querer casar.
Fernando, 6 anos

QUE TÊM OS TEUS PAIS EM COMUM?

Que não querem ter mais filhos.
Ana, 8 anos

O QUE FAZEM AS PESSOAS NUM ENCONTRO?
Os encontros são para se divertir e as pessoas devem aproveitar para se conhecer melhor. Até os meninos têm coisas interessantes para dizer se prestamos bastante atenção.
Luísa, 8 anos

No primeiro encontro, contam-se mentiras interessantes para conseguir um segundo encontro.
Martim, 10 anos

O QUE VOCÊ FARIA SE O PRIMEIRO ENCONTRO NÃO DESSE CERTO?

Iria para casa e faria como se estivesse morto. Então telefonaria para os jornais e mandaria publicar que morri.
Carlos, 9 anos

QUANDO SE PODE DAR O PRIMEIRO BEIJO?
Quando o homem é rico.
Pamela, 7 anos

Quando você beija uma mulher, tem que casar e ter filhos com ela. É assim a vida.
Henrique, 8 anos

É MELHOR SER CASADO OU SOLTEIRO?

Para as meninas é melhor ficar solteiras. Mas os meninos precisam de alguém que limpe...
Anita, 9 anos

O QUE TEMOS DE FAZER PARA QUE O CASAMENTO TENHA SUCESSO?
Temos que dizer à mulher que ela é linda, mesmo que pareça um caminhão.
Ricardo, 10 anos

sábado, 17 de novembro de 2007

IR

AO FAZER SUA PRÓXIMA DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NÃO DEIXE DE RELACIONAR TODOS OS SEUS DEPENDENTES!

DECLARAÇÃO ANUAL DE RENDIMENTOS

RELAÇÃO OFICIAL DOS MEUS DEPENDENTES:

01) Governo Federal- IR, CPMF etc.;

02) Governo Estadual - IPVA, ICMS etc.;

03) Governo Municipal- IPTU, TRSD. ISSQNetc.;

04) INSS - Contribuição previdenciária;

05) Conselho Regional Profissional - Contribuição anual;

06) Sindicato da Categoria Profissional- Contribuição anual;

07) AGESPISA- Contas de água e esgoto;

08) CEPISA - Contas de luz;

09) TIM/ CLARO/ OItelefone fixo e celular - Assinatura mensal;

10) Plano de Saúde- Mensalidade;

11) Detran - Licenciamento anual de veículo, transferência e renovação de carteira de habilitação;

12) Contran - Taxa de inspeção veicular ;

13) IRB- Seguro automotor obrigatório;

14) Concessionárias de estradas de rodagem- Pedágios;

15) Prefeitura municipal - Talões de estacionamento ;

16) Terminais aeroviários e rodoviários - Taxa de uso dos sanitários e estacionamento ;

17) Instituições financeiras - Taxas de administração e manutenção de contas correntes, renovação anual de cartões de crédito, requisição de talões de cheque etc.;

18) Tomadores de conta de veículos, guardadores de lugar em filas, cambistas diversos, flanelinhas e vendedores de semáforos - Caixinha, cafezinho etc .;

19) Carteiro, lixeiro, varredor de rua, leitores de relógios e entregadores de contas - Páscoa, Natal, Ano Novo etc.

E 567 deputados e 81 senadores, com as respectivas AMANTES e CORJAS.

É mole?

Testemunho, não percam!

Capitão Nascimento tem que ser Político!

Clique para ler.



sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Vc já viu o filme Cinema Paradiso?

















Se vc já viu, vale a pena relembrar. Agora
em DVD. Este filme nos remete ao saudosismo, a um sentimento de contentamento e tristeza, ao amor. A dor da perda e o ganho da lembrança. É lindíssimo. Me fez chorar novamente. Veio a figura da minha mãe e do meu pai e de todas as lembranças que ainda terei deles. Graças a Deus, eles estão vivos.

Sinopse:
Salvatore di Vita é um cineasta bem-sucedido que vive em Roma. Um dia ele recebe um telefonema de sua mãe avisando que Alfredo está morto. A menção deste nome nome traz lembranças de sua infância e, principalmente, do Cinema Paradiso, para onde Salvatore, então chamado de Totó, fugia sempre que podia, e fazia companhia a Alfredo, o projecionista. E ali Totó aprendeu a amar o cinema.
Após um caso de amor frustrado com Elena, a filha do banqueiro da cidade, Totó deixa a cidade e vai para Roma, só retornarnando trinta anos depois, por causa da morte de Alfredo.


quinta-feira, 8 de novembro de 2007

Balada Clube do Balanço!

Dias 09, 10 e 11 tem Clube Do Balanço Convida,
no Auditório Ibirapuera
(R. Pedro Alvares Cabral, s/nº -
Parque Ibirapuera - São Paulo).
Com as participações de Orlandivo,
Osvaldinho Da Cuíca, Rappin' Hood e
Tobias da Vai Vai.

Horários: 21hs (sexta e sábado) e 18hs (domingo)

Ingressos: R$ 30; Estudante: R$ 15;
COM CARTEIRINHA DO CLUBE: R$ 27;
Estudante: R$ 13,50.

Informações e vendas: (11) 6846-6000 ou no www.ticketmaster.com.br

Leite

Coisas que só uma mulher consegue...

a.. Fingir naturalidade durante um exame ginecológico.

b.. Usar o poder de uma calça jeans para rediagramar a estrutura do corpo.

c.. Ter crise conjugal, crise existencial, crise de identidade, crise de nervos!

d.. Ser mãe solteira, mãe casada, mãe separada, mãe do marido.

e.. Lavar a calcinha no chuveiro. E depois pendurá-la na torneira, para horror do sexo masculino.

f.. Rasgar a meia na entrada da festa.

g.. Sentir-se pronta para conquistar o mundo, quando está usando um batom novo!

h.. Chorar no banheiro, olhando-se no espelho para ver qual o melhor ângulo.

i.. Achar que o seu relacionamento acabou, e depois descobrir que era tudo tensão pré-menstrual.

j.. Nunca saber se é para dividir a conta, ou se é para ficar meiguinha.

k.. Dizer não, para ele insistir bastante, e aí ter que dizer sim!

SÓ AS MULHERES ENTENDEM...

a.. Por que é bom ter cinco pares de sapatos pretos

b.. A diferença entre creme, marfim, e bege claro

c.. Achar o homem ideal é difícil, mas achar um bom cabeleireiro é praticamente impossível

E O TÓPICO NÚMERO UM QUE SÓ AS MULHERES ENTENDEM:

1.. AS OUTRAS MULHERES!

E a minha amiga casou!

Sobre casar:

sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Sonho de consumo

Os suecos são os autores desta proeza chamada Asko HomePub, a geladeira dos sonhos para muita gente.
A HomePub possui um reservatório destacável de 5 litros para o chopp, um compartimento para o gás e a torneira para servir.
Fora a mais do que necessária prateleira para mais alguns reservatórios. Isto tudo sem perder espaço: sua capacidade é de 218 litros na geladeira e 83 litros no congelador.
Esta obra-prima já está sendo vendida em alguns países da Europa por cerca de mil dólares.



Capitão Nascimento

Capitão Nascimento

Fatos ligados ao Capitão Nascimento:
1. Deus disse que iria fazer o mundo em 7 dias Capitão Nascimento disse bem alto: "Faça em 6, sr. 01!"
2. Capitão Nascimento dorme com a luz acesa, não porque ele tem medo do escuro, mas o escuro tem medo dele!
3. Capitão Nascimento joga roleta russa com uma arma inteiramente carregada, e ganha.
4. A farda do Capitão Nascimento é preta porque nenhuma outra cor quis ficar perto dele.
5. Capitão Nascimento dorme com um travesseiro debaixo da arma.
6. Principais causas de morte no Brasil:
1º Ataque do coração
2º Capitão Nascimento
3º Câncer
7. A opção 1 é a maior porque a maioria dos bandidos morrem do coração quando vêem o Capitão Nascimento.
8. O Capeta queria entrar no Bope, mas o Capitão Nascimento o fez desistir apenas dizendo: "666, Você é o novo xerife!"
9. Capitão Nascimento é a razão de Bin Laden ainda estar se escondendo.
10. Capitão Nascimento não sai de lugar nenhum devendo ninguém, sempre põe na conta do Papa.
11. Capitão Nascimento não tem medo da morte, a morte tem medo dele.
12. Quando Deus disse "Que se faça a luz!". Capitão Nascimento falou "Tá de sacanagem, Sr. 01? Tá com medinho do escuro, Sr. 01?"
13. Getúlio Vargas não cometeu suicídio, ele só pediu pro Capitão Nascimento: "Na cara não, pra não estragar o velório."
14. Quando Deus resolveu criar o Universo foi pedir permissão ao Capitão Nascimento e ele respondeu: "Senta o dedo nessa porra!"
15. A roupa do Super-Homem era preta até o Capitão Nascimento dizer: "Tira essa roupa preta porque você é moleque!"
16. Capitão Nascimento trabalhou como negociador da polícia. Seu trabalho era ligar para os seqüestradores e dizer: "Pede pra sair!"
17. Quantos Capitão Nascimento são necessários para trocar uma lâmpada? Nenhum, Capitão Nascimento também mata no escuro.

Tempos modernos

Amigas ao telefone

- Oi, me conta como foi o encontro de ontem a noite ?

- Horrível, não sei o que aconteceu....
- Mas por que ? Não te deu nem um beijo ?
- Sim... beijar, me beijou. Mas me beijou tão forte que meu dente postiço da frente caiu e as lentes de contato verdes saltaram dos meus olhos....
- Não me diga que terminou por aí .
- Não, claro. Depois pegou no meu rosto entre suas mãos, até que tive que pedir que não o fizesse mais, porque estava achatando o botox e me mordia os lábios como se fossem de plástico... ia explodir o meu implante de colágeno e quase sai o mega hair!!!!
- E... não tentou mais nada ?
- Sim, começou a acariciar minhas pernas e eu o detive, porque lembrei que não tive tempo para me depilar. E além do mais, me arrebatou com uma luxúria e estava me abraçando tão forte que quase ficou com minhas próteses da bunda nas suas mãos e estourou meu silicone do peito..
- E depois, que aconteceu ?
- Aí então, começou a tomar champagne no meu sapato...
- Ai, que romântico....!!!
- Romântico o cacete ! Ele quase morreu!!!
- E por quê?
- Engoliu meu corretor de joanete com a palmilha do salto...
- Nossa, que ele fez ?
- Você acredita que ele broxou e foi embora?
- Acho que ele é viado.
- Só pode!

Os três homens a andar sobre a água em toda a história:

- O primeiro foi Cristo;
- O segundo foi Pedro;
- O terceiro foi Cleidison, esse cara da foto!

A dura percepção sobre a mulher no trabalho

Lisa Belkin

The New York Times

Não fique brava. Mas assuma o controle. Seja gentil. Mas não muito gentil. Fale alto. Mas não dê a impressão de falar demais. Jamais se vista de forma sexy. Certifique-se de que inspira os seus colegas - a menos que trabalhe na Noruega; neste caso, concentre-se, em vez disso, em delegar poderes.

Escrever sobre a vida e o trabalho significa receber um fluxo constante de pesquisas sobre como as mulheres no local de trabalho são vistas de forma diferente em relação aos homens. Esses são estudos acadêmicos e profissionais, e não esquisitas pesquisas on-line, e a cada vez que leio um deles, sinto-me desanimada. O que as mulheres deveriam fazer com tais informações? Transformarem-se do dia para a noite? E, se fosse este o caso, transformarem-se em que? Como é que se espera que sejamos agressivas e não agressivas ao mesmo tempo?

"É o suficiente para deixar a pessoa tonta", afirma Ilene H. Lang, presidente da Catalyst, uma organização que estuda as mulheres no local de trabalho. "As mulheres estão zonzas, os homens estão zonzos, e ainda não temos uma resposta direta para o fato de simplesmente não haver um número suficiente de mulheres em cargos de liderança".

A pesquisa da Catalyst é, freqüentemente, uma tentativa de descobrir por que, 30 anos após as mulheres terem ingressado em grandes contingentes no mercado de trabalho, a imagem mental padrão de um líder ainda é masculina.

O mais recente estudo é o relatório intitulado "Damned if You Do, Doomed if You Don't" (algo como "Amaldiçoada se Fizer, Condenada se Não Fizer"), baseado na entrevista de 1.231 executivos graduados nos Estados Unidos e na Europa. A pesquisa revelou que as mulheres que agem de maneiras consistentes com os estereótipos relativos ao sexo - definidas como concentradas "em relacionamentos de trabalho" e manifestando "preocupação com os pontos de vista das outras pessoas" - são consideradas menos competentes. Mas caso elas ajam de forma que sejam tidas como mais "masculinas" - como "agir agressivamente, concentrar-se nas tarefas do trabalho, manifestar ambição" - são tidas como "duras demais" ou "não femininas".

Ou seja, as mulheres não têm como vencer.

Em 2006, a Catalyst examinou os estereótipos em diversas culturas (entrevistando 935 graduados pelo Instituto Internacional de Gestão de Desenvolvimento, na Suíça), e descobriu que embora a idéia relativa a um líder ideal varie de acordo com o local - em algumas regiões o líder ideal é um construtor de equipes, em outras a habilidade mais valorizada é a capacidade de resolver problemas -, as mulheres são vistas como carecendo dos atributos necessários.

Os entrevistados nos Estados Unidos e na Inglaterra, por exemplo, responderam que "inspirar os outros" é uma das mais importantes qualidades da liderança, e a seguir classificaram as mulheres como menos aptas do que os homens nesse quesito. Nos países nórdicos, as mulheres são vistas como perfeitamente inspiradoras, mas o valor mais prezado naquela região é a "capacidade de delegar", e elas não foram vistas como boas delegadoras.

Outros pesquisadores chegaram a conclusões similares. Joan Williams administra o Centro de Direito WorkLife, que faz parte da Escola de Direito Hastings da Universidade da Califórnia em São Francisco. Ela escreveu o livro "Unbending Gender" (algo como "O Sexo Inflexível"), e também descobriu que as mulheres são vistas segundo padrões diferentes no local de trabalho.

Em uma palestra feita na semana passada na Universidade Cornell, ela disse que espera-se que as mulheres sejam protetoras, sendo, entretanto, tidas como ineficientes caso mostrem-se demasiadamente femininas. Espera-se que sejam fortes, mas elas tendem a ser rotuladas de estridentes ou ásperas quando agem como líderes. "As mulheres são obrigadas a escolher entre serem apreciadas mas não respeitadas, ou respeitadas mas não apreciadas", concluiu Williams.

Enquanto alguns pesquisadores, como os da Catalyst e da WorkLife, tendem a pintar o quadro global mais amplo - as mulheres não progridem como os homens porque não agem como homens -, outros estreitam o foco das pesquisas.

Victoria Brescoll, uma pesquisadora da Universidade Yale, foi notícia em agosto com as suas descobertas de que enquanto os homens ganham estatura e influência ao expressarem raiva, as mulheres que se manifestam desta forma são vistas como descontroladas e perdem pontos. Os participantes do estudo assistiram a vídeos de uma entrevista de emprego, após a qual pedia-se a eles que classificassem os candidatos e escolhessem um salário para cada um. Os vídeos eram idênticos, com a exceção de duas variáveis - em alguns, os candidatos eram homens, em outros, mulheres, e o candidato expressava ou raiva ou tristeza por ter perdido um contrato depois que um colega chegava tarde para uma importante reunião.

Os participantes do estudo mostraram-se mais impressionados com o homem furioso, seguido pela mulher triste, o homem triste e, finalmente, no final da lista, pela mulher furiosa. O salário anual médio indicado para o homem furioso foi de quase US$ 38 mil, enquanto a mulher furiosa ficou com apenas US$ 23 mil.

Quando o cenário foi modificado, e o candidato falou mais sobre a sua raiva - explicando que o colega de trabalho mentiu ao dizer que sabia o caminho para chegar à reunião -, os participantes tenderam um pouco a perdoar, concedendo às mulheres que explicaram a sua fúria mais dinheiro do que àquelas que não apresentaram desculpas (mas ainda menos dinheiro, em comparação aos homens).

Também neste verão, Linda C. Babcock, professora de economia da Universidade Carnegie Mellon, olhou de uma nova forma para as questões relativas ao gênero e ao salário. Ela recrutou voluntários para jogar Boggle e disse-lhes antecipadamente que receberiam entre US$ 2 e US$ 10 pelo tempo dedicado a esta atividade. Quando chegou a hora do pagamento, cada participante recebeu US$ 3 dólares, e foi-lhes perguntado se isso era suficiente.

Os homens pediram mais dinheiro com uma freqüência oito vezes maior do que as mulheres. Em uma segunda rodada de testes, quando os participantes foram diretamente informados que a quantia era negociável, 50% das mulheres solicitaram mais dinheiro, mas isso ainda não se comparou aos 83% dos homens que agiram dessa forma. Babcock concluiu que as mulheres são igualmente ruins na hora de negociar os seus salários e aumentos.

Toda essa quantidade de dados implica em alguns conselhos. Não seja tímida na hora de negociar. Se você perder as estribeiras, explique (ou tente). "Algumas das coisas que estamos aprendendo são diretamente úteis, e informam às mulheres que elas estão agindo de certas maneiras sem que, talvez, tenham consciência disso. Isso as prejudica, e elas podem mudar", afirma Peter Glick, professor de psicologia da Universidade Lawrence, em Appleton, Wisconsin.

Ele é o autor de um dos estudos, no qual mostrou aos entrevistados um vídeo de uma mulher vestindo uma blusa sexy bem decotada com uma saia justa, ou uma saia e uma blusa de cortes bem conservadores. A mulher falava as mesmas frases nas duas cenas e, depois disso, dizia-se ao espectador que ela era ou uma secretária ou uma executiva.

Vestir-se de forma mais provocante não afetou a percepção de competência da secretária, mas prejudicou drasticamente a opinião sobre a executiva (segundo Glick, os homens sexys não são sujeitos a tal disparidade de percepções. Embora possam perder o respeito ao usarem calças justas e camisas desabotoadas no trabalho, os atributos considerados mais sexys nos homens - poder, status, salário - dizem respeito a manter uma imagem executiva no trabalho).

Mas Glick também admite que grande parte dos seus dados - como o seu estudo de 2000 demonstrando que as mulheres são mais penalizadas do que os homens quando não são vistas como gentis ou donas de habilidades sociais - demonstra que as mulheres não contam com nenhuma maneira de "contra-atacar". "A maior parte daquilo que aprendemos demonstra que o problema diz respeito à percepção, e não à mulher", diz ele. "E isso não é o problema de um indivíduo, é um problema de uma corporação".

Lang, da Catalyst, concorda. Esse acúmulo de dados só terá valor quando as companhias tomarem atitudes, diz ela, observando que algumas já estão promovendo mudanças.

Ela diz que na Goldman Sachs a política de análise de desempenho atualmente procura eliminar preconceitos. Espera-se que soe um sinal de alarme caso uma mulher seja descrita como "tendo cotovelos pontudos ou sendo brusca", diz ela. "Tais declarações simplesmente não se sustentam", afirma Lang. "Devem ser pedidos exemplos, há que se considerar o contexto. Será que as mesmas ações seriam motivos de comentários em se tratando de um homem?".

Na verdade, o próximo grande projeto da Catalyst é aconselhar as companhias a respeito de maneiras como elas sejam capazes de combater os preconceitos baseados em estereótipos. E Glick tem também alguns projetos futuros. Um deles tem como objetivo avaliar se as mulheres saem-se melhor no setor de vendas caso exibam mais decotes. Um segundo examinará o outro lado da moeda no que se refere aos estereótipos relativos ao gênero no trabalho: a hostilidade contra os homens.

Tradução UOL.

Álbuns USB chegam ao Brasil no próximo ano

NO FORNO > Gravadoras EMI, Warner e Universal preparam armas para 2008

FOLHA DE SÃO PAULO

Até o final deste ano, a gravadora EMI e a fabricante de pendrives e cartões de memória SanDisk devem fechar acordo para o lançamento de álbuns de música brasileiros em pendrive, confirma o gerente de novas mídias da companhia, José Pena. "A idéia é passar uma experiência nova com a música", afirma o executivo.
Recentemente, a empresa lançou um bracelete USB do ex-Beatle Ringo Starr. Com memória de 128 Mbytes, o dispositivo vem com músicas, fotos e ringtones do artista.
No Brasil, a venda de CDs caiu mais de 16% desde 2000, segundo dados da ABPD (Associação Brasileira dos Produtores de Discos). Por isso, as grandes gravadoras estão investindo em música digital avulsa (ver pág. F4) e buscando formatos que ofereçam adicionais, como fotos e vídeos.
Assim como a EMI, a Universal e a Warner confirmaram o lançamento de álbuns nacionais em dispositivos portáteis para o ano que vem, e todas utilizarão a proteção de conteúdo DRM, que limita o número de cópias. "Não posso dizer quais serão os artistas, mas os álbuns deverão chegar depois do carnaval", revela Gian Uccello, gerente de novos negócios da Warner.
Apesar de os planos da Universal para músicas nacionais serem para 2008, singles USB da banda Keane e de Nicole, cantora do Pussycat Dolls, foram lançados na última segunda-feira. Segundo o site Times Online (www.timesonline.co.uk), eles serão vendidos por 4,99 libras, enquanto um CD single custa 2,99 libras.
Em junho deste ano, a dupla norte-americana White Stripes lançou o álbum "Icky Thump" pela Warner Music em pendrives de 512 Mbytes com a caricatura de Meg e Jack White, que foram vendidos a US$ 57,50.

Sem DRM
A gravadora brasileira Azul Music (www.estiloazul.com.br) também está em negociação com uma fabricante de eletrônicos para o lançamento de álbuns de new age em tocadores de MP3 e pendrives no próximo ano, informou Laurent Fleury, gerente de novos negócios da companhia.
Segundo ele, as músicas não serão protegidas por DRM. "Esse sistema estava impossibilitando as pessoas de usarem as músicas planamente. Além disso, é uma tecnologia que aumenta o custo das canções e é facilmente quebrada." Para Fleury, o melhor meio de combater a pirataria é baixar o custo para poder oferecer um preço competitivo. (CR)

FAIXA EXCLUSIVA
Uma entrevista em vídeo com a cantora Pink e a música "Stupid Girls" recheiam cartão para celular da Sony BMG.

120 milhões de tocadores portáteis foram vendidos no mundo em 2006, segundo pesquisa da IFPI.

"O Banheiro do Papa" é vencedor da Mostra de SP

FOLHA DE SÃO PAULO

O filme "O Banheiro do Papa", de César Charlone e Enrique Fernández, venceu ontem a 31ª Mostra de Cinema de São Paulo. O júri destacou sua "autenticidade na descrição da luta pela sobrevivência dos mais humildes".
O júri premiou ainda a atriz brasileira Carla Ribas, pelo filme "A Casa de Alice", a venezuelana Mariana Rondón, por "Postales de Leningrado" (troféu revelação) e o polonês Andrzej Jakimowski, por "Truques" (prêmio especial do júri).
O público apontou empate entre o francês "Persépolis" e o norte-americano "Into the Wild", como melhores longas de ficção estrangeiros. A escolha popular para os longas nacionais foi para "Pindorama", melhor documentário, e "Estórias de Trancoso", melhor ficção.

Filme capta melancolia pós-11 de Setembro

FOLHA DE SÃO PAULO

Uma grande tragédia, em sua conversão em espetáculo, pode esconder o burburinho existencial, apagado pela proeminência dada aos mortos. "People -Histórias de Nova York" é uma tentativa de retorno ao comum, uma espécie de recalcado do trauma da cidade com os ataques do 11 de Setembro.
Assinado por Danny Leiner, um experiente diretor de episódios de séries de TV, o longa carrega marcas desse tipo de ficção, a saber: a ênfase no cotidiano, nos pequenos dramas e nos desajustes familiares.
"People - Histórias de Nova York" situa-se em setembro de 2002 e acompanha um grupo de sete personagens sem conexões diretas com os ataques, salvo o fato de viverem na mesma cidade e de servirem de paradigmas de um estado de permanente angústia.
Sua estrutura adota a fórmula do filme-coral, em que não há um protagonista definido, apenas se transita de um foco a outro sem se preocupar em estabelecer conexões entre eles.
Tal solução funciona aqui na medida em que o que interessa é menos a trama do que os afetos. Como essas pessoas passaram a viver depois do grande trauma, ou melhor, como as pequenas histórias podem ser contadas sem se subordinarem à lógica da grande história?
Ao focar no cotidiano marcado por incertezas, o diretor consegue capturar a melancolia e a vacuidade que persegue cada um desses "sobreviventes", mas não se afasta dos clichês do cinema independente americano, com suas historietas de desamor e a banalização dos relacionamentos.
O filme torna-se mais interessante nos momentos em que enfatiza a memória do trauma. Sons e imagens de aviões cruzando o céu pontuam as experiências retratadas, numa espécie de símbolo permanente da catástrofe, enquanto imagens percorrem o skyline nova-iorquino e sabemos que ali falta alguma coisa. (CÁSSIO STARLING CARLOS)

PEOPLE - HISTÓRIAS DE NOVA YORK
Direção: Danny Leiner
Produção: EUA, 2006
Com: Maggie Gyllenhaal, Tony Shalhoub, Olympia Dukakis, Edie Falco
Onde: em cartaz no Gemini
Avaliação: regular

domingo, 28 de outubro de 2007

Blog do Capitão Nascimento

http://capitaonascimento.wordpress.com/

Acessem, muito bom!
Parabéns ao criador.
E-mail de contato do Blog Capitão Nacimento:
pedeprasair@gmail.com

Hahaha!


segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Definições

status:
é comprar uma coisa que você não quer, com um dinheiro que você não tem, para mostrar pra gente que você não gosta, uma pessoa que você não é.

sexo:
é aquilo que quando é bom é ótimo. Mas mesmo quando é ruim ainda é muito bom.

chefe:
é aquele que vem cedo quando você vem tarde, e tarde quando você vem cedo.

homem:
é aquele que sonha ser tão bonito quanto a mãe acha que ele é; ter tanto dinheiro quanto o filho dele acha que tem; ter tantas mulheres quanto a mulher dele acha que ele tem; e ser tão bom de cama como ele acha que é.

casamento:
é uma tragédia em dois atos: civil e religioso.

uísque:
é o melhor amigo do homem. É o cachorro engarrafado.

distraído:
é aquele sujeito que na hora de dormir, beija o relógio, dá corda no gato e enxota a mulher pela janela.

indigestão:
é uma criação de Deus para impor uma certa moralidade ao estômago.

beijo:
pode ser uma vírgula, um ponto de interrogação, ou um ponto de exclamação.

sábado, 20 de outubro de 2007

Teste para sua auto-avaliação

Responda a pergunta final com sinceridade e então poderá auto-avaliar sua moral. Trata-se de uma situação imaginária. Você deve decidir sobre uma atitude a ser tomada baseada em duas alternativas possíveis. SITUAÇÃO IMAGINÁRIA: Você está em São Paulo, em meio aos terríveis momentos de enchentes que normalmente ocorrem na cidade em épocas de chuvas mais intensas.
Você é um repórter fotográfico que trabalha para a CNN e está desesperado em meio ao caos (pessoas pedindo socorro, carros sendo arrastados pela correnteza) e 'tirando as fotos mais impactantes. A água cobre a principal via de trânsito e envolve pessoas e veículos.
De repente, em meio ao caos, você vê num jipe: o Lula, o José Dirceu, o Delúbio, o Roberto Jeferson, Fernando Beira Mar e o Garotinho.
Eles lutam, desesperadamente, para não serem arrastados pela correnteza, que segue direta para um enorme buraco que a tudo engole, entre lama, lixos, pedras. Eles estão sendo arrastados inexoravelmente e você tem a oportunidade única de resgatá-los. Mas tem também a oportunidade única de tirar uma fotografia jornalística, seguramente ganhadora do Prêmio Puzlitzer, que te faria famoso no mundo inteiro, ao mostrar o flagrante inédito da morte de tão famosos políticos. Não dá para titubear e nem fazer as duas coisas: salvar e fotografar.
PERGUNTA: Baseado em seus princípios éticos, religiosos e morais, na fraternidade e solidariedade humanas, que devem ser o forte das pessoas generosas, responda SINCERAMENTE:
"VOCÊ FARIA A FOTO EM PRETO E BRANCO OU COLORIDA?

VIVER EM 2007 É ISSO.

VOCÊ SABE QUE ESTÁ VIVENDO EM 2007 QUANDO...

1. Você acidentalmente tecla sua senha no microondas.

2. Há anos não joga paciência com cartas de papel.

3. Você tem uma lista de 10 números de telefone para falar com sua família
De 3 pessoas.

4. Você envia e-mail ou msn para conversar com a pessoa que trabalha na mesa
Ao lado DA sua.

5. A razão porque você não fala há muito tempo com alguns de sua família é
Desconhecer seus endereços eletrônicos.

6. Você USA o celular na garagem de Casa para pedir a alguém que o ajude a
Desembarcar as compras.

7. Todo comercial de TV tem um site indicado na parte inferior DA tela.

8. Esquecendo seu celular em Casa, coisa que você não tinha há 20 anos, você
FICA apavorado e Volta buscá-lo.

10. Você levanta pela manhã e quase que liga o computador antes de tomar o
café.

11. Você conhece o significado de naum, tbm, qdo, xau, msm, dps ...

12. Você não sabe o preço de um envelope comum;

13. Para você ser organizado significa, ter vários bloquinhos uma agenda
eletrônica ou coisas do tipo;

14. A maioria das piadas que você conhece, você recebeu por e-mail (e ainda
Por cima RI sozinho...) q triste!;

15. Você fala o Nome DA firma onde trabalha quando atende ao telefone em sua
própria Casa (ou até mesmo o celular!!);

16. Você digita o "0" para telefonar de sua Casa;

17. Você vai ao trabalho quando o dia ainda está clareando com preguiça,
Volta para Casa quando já escureceu de novo;

18. Quando seu computador pára de funcionar, parece que foi seu coração que
Parou,

19. Você está lendo esta lista e está concordando com a cabeça e sorrindo.

21. Você está concordando tão interessado na leitura que nem reparou que a
Lista não tem o número 9.

21. Você retornou a lista para verificar se é verdade que falta o número 9 e
Nem viu que tem dois números 21.

22. E AGORA VOCÊ ESTÁ RINDO CONSIGO MESMO...

U2 celebra 20 anos do disco "Joshua Tree" com relançamento

NOVA YORK (Billboard) - Para celebrar o 20o aniversário de um de seus álbuns mais marcantes, "The Joshua Tree", o U2 vai relançar a obra em quatro diferentes versões em 20 de novembro.

O disco vai estar disponível nas lojas como um CD simples remasterizado, um estojo de capa dura com dois CDs, um box com dois CDs e um DVD que inclui cinco fotografias e um pacote com dois vinis.

O DVD vai trazer o show realizado em 4 de julho de 1987 no Hipódromo de Paris e o documentário "Outside It's America".

Embora mais detalhes não foram revelados, demos, versões alternativas e lados B do período devem fazer parte do pacote. Bono e companhia também contribuíram com novas anotações sobre o disco.

"The Joshua Tree", que traz os sucessos "With or Without You", "I Still Haven't Found What I'm Looking For" e "One Tree Hill", venceu o cobiçado Grammy de melhor disco do ano.

Por UOL

Michael Jackson é processado por príncipe e relança "Thriller"

Por Bizz

Quando você acha que nada pode piorar na vida de Michael Jackson, o eterno (ex-)Rei do Pop apronta mais uma das suas: foi divulgado esta semana que o príncipe Abdulla El-Khalifa, de Bahrain (o menor dos Estados árabes, uma ilha a oeste da Arábia Saudita onde o fim de semana acontece às sextas e sábados), está processando Michael em US$ 7 milhões mais danos por quebra de contrato.


Explica-se: dias após ser absolvido de acusações de abuso infantil, em junho de 2005, Michael Jackson mudou-se para a ilha e passou a ter todas as suas despesas pagas por Abdulla - inclusive custos com advogados em diversos processos por dívidas -, uma conta na casa dos milhões de dólares. Em troca, Jackson assinou um contrato em abril de 2006 no qual se comprometia a lançar dois álbuns, produzir um musical e escrever uma autobiografia para o príncipe, que por sua vez fundou a 2Seas Records, construiu um estúdio de última geração e pagou US$ 7 milhões de adiantamento.

E Jackson fez o que todo bom popstar em apuros faria: deu a desculpa que iria se apresentar no MTV Japan Awards em maio de 2006, saiu de Bahrain e nunca mais voltou. De acordo com o reportado Fox News, o príncipe afirma ter recebido apenas dois faxes de assistentes do cantor dizendo que ele não cumpriria suas obrigações contratuais, e nada mais. Abdullah entrou na justiça da Inglaterra e EUA em busca de indenização.

Coincidência ou não, a mesma Fox News reporta que Michael Jackson deve relançar no início de 2008 uma versão comemorativa de 25 anos de seu álbum de maior sucesso, "Thriller". A versão viria com quatro remixes feitos por Kanye West, Akon e Will.I.Am (o que explica o que estes artistas andavam fazendo com Michael ultimamente) e quatro sobras de gravação. Uma delas, "Don't Be Messin' Around", seria "matadora", nas palavras do produtor Bruce Swedien, antigo parceiro de Jackson.

Novos meios de consumo

Nós não vamos pagar nada

Os músicos vão continuar milionários.
De resto,tudo muda no mercado fonográfico depois da iniciativa da banda inglesa Radiohead de permitir o download gratuito de seu último trabalho

IVAN FINOTTI
EDITOR DO FOLHATEEN

Em editorial publicado no domingo, o jornal "The New York Times" classificou de revolucionária a tática da banda inglesa Radiohead de disponibilizar seu último disco para download pelo preço que você quiser pagar. Não chega a tanto.
Só verdadeiros fãs -o que equivale a dizer "pessoas sem distanciamento crítico, de ingenuidade comovente e facilmente irritáveis"- para acreditar que a hipocrisia do Radiohead é mais do que um golpe de mestre para ganhar dinheiro imediato. E também de marketing, visto que foram parar até no editorial do "NYT".

Mala direta
Segundo notícias da Inglaterra, a banda enviou 1,2 milhão de cópias de "In Rainbows" entre quinta-feira, dia 11 de outubro, e segunda-feira, 15. Segundo pesquisa de um site com 3.000 de seus leitores, o preço médio pago de bom grado pelos fãs foi de 4 libras (cerca de R$ 16). O Radiohead ficou R$ 20 milhões mais rico em cinco dias -e, de lambuja, ganhou um arquivo detalhado de fãs no mundo todo, incluindo a informação de quanto eles estão dispostos a pagar (quanto será que a banda U2 pagaria ao Radiohead para ter acesso a essa mala direta?).
A pesquisa apontou que um terço pagou zero (e aqui se inclui o Folhateen, que baixou a obra para fazer uma crítica). Uma proporção curiosamente baixa, levando-se em conta que há anos as pessoas baixam música na internet absolutamente de graça -o que todas as gravadoras e muitas bandas ainda consideram roubo.
Por que, então, as pessoas pagaram ao Radiohead, se podiam não fazê-lo? Muita gente diz o seguinte: "Acho justo". "É o trabalho dos caras."

Sentimento de culpa
Mas existe outra forma de encarar o fato. As pessoas -cadastradas, com nome, endereço, telefone etc.- se sentiram mal em não dar nada pelo trabalho de uma banda "tão honesta, tão bacana que oferece seu trabalho até de graça"... Já nos programas ilegais, quando está protegida pelo anonimato, a galera baixa sem dó.
O constrangimento e o sentimento de culpa que o Radiohead impôs a seus fãs é a grande novidade aqui (um repórter da BBC chegou a baixar de graça, mas voltou e resolveu pagar R$ 36, já que "minha consciência começou a incomodar").
Mas isso não vai durar muito. Se os Rolling Stones disponibilizarem na semana que vem seu próximo disco nesse sistema, menos fãs vão pagar pelas músicas. E depois que uma dúzia de bandas fizer o mesmo, a novidade e o sentimento de "pago porque acho justo, não porque eles cobram" vão murchar até perder o sentido.
O futuro da música é grátis. Não porque é justo. Não porque as gravadoras ganham demais. É grátis porque a mídia digital permitiu que ele seja, e nada vai parar isso.

Sem dó
Às gravadoras, resta cuidarem dos shows de seus artistas, movimento que já começaram a fazer. Aos artistas, que sempre nos lembram de sua necessidade inata de exprimirem seus sentimentos, resta continuarem a exprimir sentimentos. E nós vamos ouvi-los de graça, ao contrário do que aconteceu no século passado.
Mas não é preciso ficar com dó. Igual ao que aconteceu no século passado, os músicos continuarão a ser milionários. Só que menos milionários. Em vez de 50 milhões por ano, entre vendas de discos e apresentações ao vivo, vão levar "só" uns R$ 25 milhões pelos shows.
E, para ganhar dinheiro brasileiro, o Radiohead vai ter que vir tocar no Brasil.

Luciano Pavarotti deixa 18 milhões de euros em dívidas a seus herdeiros

ROMA
20 Out 2007 Uol, Musica

O legado do tenor italiano Luciano Pavarotti, falecido em 6 de setembro, não é a fortuna que seus herdeiros esperavam, mas dívidas no valor de 18 milhões de euros, afirmou o jornal La Repubblica, na edição deste sábado.

A conta corrente do famoso cantor revelou um passivo de 11 milhões de euros, aos quais se somam empréstimos de 7 milhões de euros, segundo o jornal.

"O fato de o maestro ter se endividado não é segredo para ninguém", afirmou Giorgio Bernini, advogado da segunda esposa de Pavarotti. "Nos últimos anos, ele teve de reduzir sua atividade artística, sua hospitalização foi prolongada e o tratamento médico muito caro, sobretudo nos Estados Unidos", acrescentou.

Segundo o La Repubblica, a segunda esposa do cantor e mãe de sua filha Alice, Nicoletta Montovani, poderá contar, no entanto, com um testamento datado de 29 de julho, que lhe deixa de forma exclusiva seus bens nos Estados Unidos (três apartamentos e quadros) no valor estimado de 15 milhões de euros.

Em contrapartida, as três filhas do primeiro casamento do tenor herdarão apenas uma mansão em Pesaro, no litoral adriático, e um apartamento em Monte Carlo, que terão de compartilhar com a viúva.

"Do patrimônio (de Pavarotti) restam sobretudo dívidas e é muito possível que esta confusão de testamentos termine em um tribunal", destacou o La Repubblica.

Anteriormen
te, a fortuna de Luciano Pavarotti havia sido estimada em entre 30 e 200 milhões de euros pela imprensa italiana.

O tenor faleceu de câncer aos 71 anos em sua cidade natal de Módena (norte).

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Senado amplia a licença-maternidade

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou ontem, por 13 votos a 0, projeto de lei que aumenta o período de licença-maternidade de 120 para 180 dias.
O texto permanecerá por cinco dias na comissão e, se não houver recurso de nenhum senador, segue para a Câmara, onde passará por comissões temáticas -ainda não se definiram quais- e pelo plenário. Se aprovado na Casa, seguirá para sanção presidencial.

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Como melhorar seu curriculum, sem mentir!

- Especialista em Marketing Impresso - (Boy do xerox)
- Supervisor Geral de Bem-Estar, Higiene e Saúde - (Faxineiro)
- Oficial Coordenador de Movimentação Interna - (Porteiro)
- Oficial Coordenador de Movimentação Noturna - (Vigia)
- Distribuidor de Recursos Humanos - (Motorista de ônibus)
- Distribuidor de Recursos Humanos VIP - (Motorista de táxi)
- Especialista em Logística de Combustíveis Fósseis - (Frentista)
- Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil - (Peão de obra)
- Segundo Auxiliar de Serviços de Engenharia Civil - (coitado...)
- Especialista em Logística de Documentos - (Office-boy)
- Especialista Avançado em Logística de Documentos - (Motoboy)
- Consultor de Assuntos Gerais e Não Específicos - (Vidente)
- Manager em Up e Downloading - (Ascensorista)
- Especialista Contábil de Transporte de Massa - (Cobrador de ônibus)
- Especialista em Logística de Alimentos - (Garçom)
- Coordenador de Fluxo de Artigos Esportivos - (Gandula)
- Distribuidor de Produtos Alternativos de Alta Rotatividade - (Camelô)
- Técnico Saneador de Vias Públicas - (Gari)
- Técnico de Marketing Direcionado - (Distribuidor de santinho em esquinas)
- Diretora de Fluxos e Saneamento de Áreas Internas - (A tia que limpa o
banheiro)