terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Novo álbum do U2 chega às lojas no dia 3 de março










da Folha Online
O 20º álbum de estúdio da banda U2, "No Line on the Horizon", será lançado no dia 3 de março pela gravadora Interscope. A relação das músicas que integram o disco, produzido por Brian Eno, Daniel Lanois e Steve Lillywhite, ainda não foi divulgada.

Leia mais....

Madonna e U2 perdem dinheiro com crise internacional

Por Folha de São Paulo

Os dois símbolos da música perderam dinheiro com a desvalorização das ações da produtora de shows Live Nation, adquiridas pelos artistas quando assinaram seus contratos.

Dos US$ 25 milhões em papéis que o U2 ganhou com o acordo, só restam US$ 6,3 milhões, o que obrigou os integrantes do grupo a vender as ações, segundo informações da revista americana "Rolling Stone".

Como o U2 terá perdido cerca de US$ 19 milhões, a Live Nation terá de ressarcir o grupo em dinheiro.

Madonna
Outra a perder com a crise foi Madonna --que ontem fez seu primeiro show da turnê "Sticky and Sweet" em São Paulo. Suas ações com a Live Nation perderam 86% de seu valor desde que ela assinou contrato com a produtora.

Madonna só poderá começar a vender suas ações em abril de 2009. Isso significa que todos os US$ 25 milhões da cantora devem derreter, obrigando a Live Nation a desembolsar todo o valor.

sábado, 22 de novembro de 2008

SÃO PAULO











por Washington Olivetto

Para a minha amiga Monica Oliveira, a mais paulistana!

Alguns dos meus queridos amigos cariocas têm mania de achar São Paulo parecida com Nova York.

Discordo deles. Só acha São Paulo parecida com Nova York quem não conhece bem a cidade.

Ou melhor, quem a conhece superficialmente e imagina que São Paulo seja apenas uma imensa Rua Oscar Freire.

Na verdade, o grande fascínio de São Paulo é parecer-se com muitas cidades ao mesmo tempo e, por isso mesmo, não se parecer com nenhuma.

São Paulo, entre muitas outras parecenças, se parece com Paris no Largo do Arouche, Salvador na Estação do Brás, Tóquio na Liberdade, Roma ao lado do Teatro Municipal, Munique em Santo Amaro, Lisboa no Pari, com o Soho londrino na Vila Madalena e com a pernambucana Olinda na Freguesia do Ó.

São Paulo é um somatório de qualidades e defeitos, alegrias e tristezas, festejos e tragédias. Tem hotéis de luxo, como o Fasano, o Emiliano e o L'Hotel, mas também tem gente dormindo embaixo das pontes. Tem o deslumbrante pôr-do-sol do Alto de Pinheiros e a exuberante vegetação da Cantareira, mas também tem o ar mais poluído do país.

Promove shows dos Rolling Stones e do U2, mas também promove acidentes como o da cratera do metrô e o do avião da TAM em Congonhas.

São Paulo é sempre surpreendente. Um grupo de meia dúzia de paulistanos significa um italiano, um japonês, um baiano, um chinês, um curitibano e um alemão.

São Paulo é realmente curiosa. Por exemplo: têm diversos grandes times de futebol, sendo que um deles leva o nome da própria cidade e recebeu o apelido 'o mais querido'. Mas, na verdade, o maior e o mais querido é o Corinthians, que tem nome inglês, fica perto da Portuguesa e foi fundado por italianos, igualzinho ao seu inimigo de estimação, o Palmeiras.

São Paulo nasceu dos santos padres jesuítas, em 1554, mas chegou a 2007 tendo como celebridade o permissivo Oscar Maroni, do afamado Bahamas.

São Paulo já foi chamada de 'o túmulo do samba' por Vinicius de Moraes, coisa que Adoniran Barbosa, Paulo Vanzolini e Germano Mathias provaram não ser verdade, e, apesar da deselegância discreta de suas meninas, corretamente constatada por Caetano Veloso, produziu chiques, como Dener Pamplona de Abreu e Gloria Kalil.

Em São Paulo se faz pizzas melhores que as de Nápoles, sushis melhores que os de Tóquio, lagareiras melhores que as de Lisboa e pastéis de feira melhores que os de Paris, até porque em Paris não existem pastéis, muito menos os de feira.

Em alguns momentos, São Paulo se acha o máximo, em outros um horror.

Nenhum lugar do planeta é tão maniqueísta.

São Paulo teve o bom senso de imitar os botequins cariocas, e agora são os cariocas que andam imitando as suas imitações paulistanas.

São Paulo teve o mau senso de ser a primeira cidade brasileira a importar a CowParade, uma colonizada e pavorosa manifestação de subarte urbana, e agora o Rio faz o mesmo.

São Paulo se poluiu visualmente com a CowParade, mas se despoluiu com o Projeto Cidade Limpa.

Agora tem de começar urgentemente a despoluir o Tietê para valer, coisa que os ingleses já provaram ser perfeitamente possível com o Tâmisa. Mesmo despoluindo o Tietê, mantendo a cidade limpa, purificando o ar, organizando o mobiliário urbano, regulamentando os projetos arquitetônicos, diminuindo as invasões sonoras e melhorando o tráfego, São Paulo jamais será uma cidade belíssima.

Porque a beleza de São Paulo não é fruto da mamãe natureza, é fruto do trabalho do homem.

Reside, principalmente, nas inúmeras oportunidades que a cidade oferece, no clima de excitação permanente, na mescla de raças e classes sociais.

São Paulo é a cidade em que a democratização da beleza, fenômeno gerado pela miscigenação, melhor se manifesta.

São Paulo é uma cidade em que o corpo e as mãos do homem trabalharam direitinho, coisa que se reconhece observando as meninas que circulam pelas ruas.

E se confirma analisando obras como o Pátio do Colégio (local de fundação da cidade), a Estação da Luz (onde hoje fica o Museu da Língua Portuguesa), o Mosteiro de São Bento, a Oca, no Parque do Ibirapuera, o Terraço Itália, a Avenida Paulista, o Sesc Pompéia, o palacete Vila Penteado, o Masp, o Memorial da América Latina, a Santa Casa de Misericórdia, a Pinacoteca e mais uma infinidade de lugares desta cidade que não pode parar, até porque tem mais carros do que estacionamentos.

São Paulo não é geograficamente linda, não tem mares azuis, areias brancas nem montanhas recortadas.

Nossa surfista mais famosa é a Bruna, e nossos alpinistas, na maioria, são sociais.

Mas, mesmo se levarmos o julgamento para o quesito das belezas naturais, São Paulo se dá mundialmente muito bem por uma razão tecnicamente comprovada.

Entre as maiores cidades do mundo, como Tóquio, Nova York e Cidade do México, em matéria de proximidade da beleza, São Paulo é, disparado, a melhor.

Porque é a única que fica a apenas 45 minutos de vôo do Rio de Janeiro. O mais importante é que com essa distância nenhuma bala perdida pode alcançar São Paulo!

sábado, 15 de novembro de 2008

GUIA PRÁTICO

GUIA PRÁTICO DA CIÊNCIA MODERNA
1. Se mexer, pertence à biologia.
2. Se feder, pertence à química.
3. Se não funciona, pertence à física.
4. Se ninguém entende, é matemática.
5. Se não faz sentido, é economia ou psicologia.
6. Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido, é INFORMÁTICA.

LEI DA PROCURA INDIRETA
1. O modo mais rápido de se encontrar uma coisa é procurar outra.
2. Você sempre encontra aquilo que não está procurando.

LEI DA TELEFONIA.
1. Quando te ligam: se você tem caneta, não tem papel. Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga..
2. Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
Parágrafo único: Todo corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do chuveiro faz tocar o telefone.

LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA.
Se estiver escrito 'Tamanho Único', é porque não serve em ninguém, muito menos em você.

LEI DA GRAVIDADE.
S
e você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão perdendo, provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação.

LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS.
80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu, baseada no único livro que você não leu.

LEI DA QUEDA LIVRE.
1. Qualquer esforço para se agarrar um objeto em queda, provoca mais destruição do que se o deixássemos cair naturalmente.
2. A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.

LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS.
A fila do lado sempre anda mais rápido.
Parágrafo único: Não adianta mudar de fila. A outra é sempre mais rápida.

LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA.
Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

LEI DO ESPARADRAPO.
Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda e o que não sai.

LEI DA VIDA.
1. Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
2. Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral ou engorda.

LEI DA ATRAÇÃO DE PARTÍCULAS.
Toda partícula que voa sempre encontra um olho aberto.

sábado, 8 de novembro de 2008

10 Sonhos Femininos

1. Um deslumbrante vestido tomara que caia.

2. Uma calcinha tomara que tirem.

3. Um sutiã tomara que sustente.

4. Um absorvente tomara que não vaze.

5. Uma meia tomara que não desfie.

6. Uma celulite tomara que não percebam.

7. Um salto tomara que eu não caia.

8. Um namorado tomara que me ligue.

9. Um amante tomara que não broxe.


10. Um marido rico... Tomara que morra!!!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Vídeo - Cruzando Raios


Música de Orlando Moraes - Cruzando Raios

sábado, 11 de outubro de 2008

Caminho das águas


Música de Maria Rita - Caminho das águas

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Concorrentes do mouse chegam pelo ar





















Por Bruno Oliveira, Folha de São Paulo

Luva, anel e a ponta do seu dedo: essas são as maiores ameaças do mouse. Eles estão no topo da lista quando o assunto é interagir com a tela do PC de forma mais eficaz.

Na onda do videogame Wii, que utiliza tecnologia "wireless" (sem fio) para captar os movimentos feitos pelo jogador com o controle, e das telas sensíveis ao toque --como a do iPhone--, a agência interativa Ginga, de São Paulo, desenvolveu o protótipo de uma luva que faz apontamentos na tela do computador.

Segundo Breno Amorim, diretor de tecnologia da agência, a criação da luva interativa surgiu com a idéia de oferecer aos seus clientes uma ferramenta que explorasse com uma nova interface mídias e aplicações voltadas para a publicidade digital.

"Com essa luva, por exemplo, pessoas em uma sala de cinema poderiam interagir com o filme ou com as peças publicitárias que aparecem no decorrer da exibição."

Apresentado pela primeira vez na Campus Party deste ano, o protótipo recebe os sinais de um controle remoto por meio de três sensores instalados nas pontas dos dedos polegar, indicador e médio, os mesmos utilizados quando se usa um mouse comum.

Apontando a luva para uma tela, é possível mover o cursor em todas as direções. Com movimentos de "clique", o emissor dos sinais reconhece a inicialização de um comando e o executa.

Anel mágico

Em Massachusetts, nos EUA, estudantes de engenharia conseguiram dar uma função a mais ao dedo indicador com o desenvolvimento de um anel que promete substituir o mouse num futuro próximo.

Trata-se do "Magic Mouse", que permite ao usuário interagir com o PC utilizando o dedo para navegar nos aplicativos. Pesando 10 gramas e munido de bateria recarregável, o anel agrega vários sensores que captam os movimentos do dedo e os transferem para o computador, que ativa o cursor na tela.

Apesar de ainda estar em fase de desenvolvimento --ainda não está configurado para fazer cliques como o mouse tradicional--, o projeto já arrebatou o prêmio de melhor invento de 2007 pela revista norte-americana "Popular Science".

sábado, 30 de agosto de 2008

Exigências da vida moderna

(quem agüenta tudo isso?)
Por Luis Fernando Veríssimo.

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio. E também uma laranja pela vitamina C.

Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.

Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água.

E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.

Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão).

Cada dia uma Aspirina, previne infarto.

Uma taça de vinho tinto também.

Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso.

Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem.

O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.

Todos os dias deve-se comer fibra. Muita, muitíssima fibra.Fibra suficiente para fazer um pulôver.

Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente. E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada. Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.

E não esqueça de escovar os dentes depois de comer. Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.

Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.

Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma. Sobram três, desde que você não pegue trânsito.

As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia.
Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).

E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.

Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.

Ah! E o sexo.
Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina.
Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução.
Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.

Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação.

Na minha conta são 29 horas por dia.

A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo!!!

Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes.

Chame os amigos e seus pais.
Beba o vinho, coma a maçã e dê a banana na boca da sua mulher.

Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésio.

Agora tenho que ir.

É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.
E já que vou, levo um jornal...

Tchau....

Se sobrar um tempinho, me manda um e-mail.

domingo, 24 de agosto de 2008

E-mail de um marido dedicado!

Querida,

Está tudo em ordem durante sua ausência.
Estou preparando meu próprio almoço.
Está dando tudo certo.

Ontem fiz batata frita. Ficou bom.
Era preciso descascar a batata?
Fui buscar uns brioches na padaria e quando voltei o esmalte da frigideira tinha soltado e ela estava toda derretida.
Inclusive o cabo. E você que me dizia que o teflon segurava qualquer coisa.

Quanto tempo precisa pra cozinhar ovos?
Já deixei eles fervendo lá duas horas, mas continuam duros que nem pedra. Bom vou aguardar um pouco mais...

Semana passada tive um contratempo cozinhando as ervilhas.
Decidi esquentar a lata no microondas e ele explodiu.
A lata decolou feito um foguete, atravessou o teto e acertou a filha do seu Freitas, nosso vizinho de cima.
Ela foi parar no pronto-socorro.
Ainda bem que eles tinham plano de saúde.

Já aconteceu contigo de a louça suja criar mofo? Como é possível isso acontecer em tão pouco tempo?

Aliás, atrás da pia tem de tudo que é bicho, daqui a pouco vai dar pra fazer um documentário e
vender pro Nacional Geografic.

Durante o último almoço eu emporcalhei o tapete persa com molho de tomate.
Você sempre me dizia que mancha de molho de tomate não sai. Bobinha! Com um pouco de querosene não tive problema algum.
Saiu tudinho, inclusive a cor do tapete.

A geladeira estava criando muito gelo, então tive que fazer um defrost nela. O gelo sai fácil se
você raspa ele com uma espátula de pedreiro! Ficou ótimo, foi fácil e rápido, agora a geladeira não sei porque está aquecendo.

De toda forma, a carne ficou bem passada.
No mais, na última quinta-feira quando sai para o trabalho esqueci de trancar a porta.
Alguém deve ter invadido nosso apartamento porque estão faltando alguns objetos de valor,
inclusive aquele colar de marfim que seu bisavô trouxe da África.

Mas como você sempre diz, o dinheiro não traz felicidade, e tudo que é material é efêmero.
O seu guarda-roupa também está vazio, mas acho que não devem ter levado muita coisa, afinal você sempre diz que nunca tem nada pra vestir.
Beijos mil, com muito carinho, do seu querido Afonso

PS: Sua mãe deu uma passada aqui pra ver como estavam as coisas. sofreu um infarto.
O velório foi ontem à tarde, mas preferi não te contar pra não te aborrecer à toa.
Volte logo, estou com saudades...

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Lista de músicas da Loira
















Veja abaixo a lista de músicas que farão parte do show novo de Madonna, segundo o "The Sun":

"Intro/Candy Shop"

"Beat Goes On"
"Human Nature"
"Vogue"

Vídeo

"Into The Groove"
"Heart Beat"
"Borderline"
"She's Not Me"
"Music"

Vídeo

"Devil Wouldn't Recognise You"
"Spanish Lesson"
"Miles Away"
"La Isla Bonita/Lela Pala Tute"

Intervalo com música tradicional romena

"You Must Love Me"

Vídeo

"4 Minutes"
"Like A Prayer"
"Ray Of Light"
"Hung Up"
"Give It To Me" (encerramento)


E a Loira vem aí....
















Madonna fará dois shows no Brasil em dezembro

Por UOL Música

Foram divulgadas nesta segunda-feira as datas dos shows de Madonna no Brasil. A cantora se apresenta no dia 14 de dezembro, no Rio de Janeiro, no estádio do Maracanã, e no dia 18, em São Paulo, no estádio do Morumbi.

Os ingressos estarão à venda a partir do dia 1º de setembro (show no Rio) e 3 de setembro (em SP). As entradas custarão entre R$ 160 e R$ 600.

As apresentações brasileiras terão a participação do DJ inglês Paul Oakenfold. Ainda não foi informado se o DJ fará a abertura do show ou como será sua participação.

A turnê "Sticky & Sweet" começa no dia 23 de agosto, em Cardiff, País de Gales, e promove o disco "Hard Candy", lançado neste ano.

No palco, Madonna terá a companhia de uma nova banda e 18 dançarinos. O show será dividido em quatro partes: Pimp/Dominatrix, Old School (representando o início de sua carreira em Nova York), Cigana e Rave.

Madonna, que completou 50 anos de idade no último sábado (16), veio ao Brasil pela primeira vez em 1993, com a turnê "The Girlie Show", para shows em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Em entrevista publicada pela "Folha de S.Paulo", o vocalista do grupo norte-americano Gogol Bordello, Eugene Hutz, afirmou que vai se apresentar ao lado da cantora em São Paulo.

Estou aqui pensando se vale a pena, ver a Madonna tão de perto por 600 reais. Será que ela vai cuspir na nossa cara? :p

Novo filme do U2 transporta espectador a uma apresentação virtual da banda na turnê "Vertigo"





















Marcus Marçal por UOL Musica

"U23D", o novo filme do grupo irlandês U2, utiliza tecnologia 3D digital para colocar o espectador em posição privilegiada em um "show virtual" da banda.

O filme será lançado em 29 de agosto em salas de cinemas com tecnologia 3D pelo Brasil e registra a turnê "Vertigo" (2005-2006), em apresentações realizadas em São Paulo (Brasil), Buenos Aires (Argentina), Santiago (Chile), Cidade do México (México) e Melbourne (Austrália).

Na excursão, o grupo formado em 1976 por Bono Vox (voz e guitarra), The Edge (guitarra, violão elétrico e teclados), Adam Clayton (baixo) e Larry Mullen Jr. (bateria) divulgou o álbum "How to Dismantle an Atomic Bomb" (2004). No decorrrer dos 85 minutos de "U23D", o grupo apresenta um repertório de 14 números que inclui músicas recentes, como "Vertigo", "Sometimes You Can't Make it On Your Own" e "Love and Peace or Else", e clássicos, como "New Year's Day", "Sunday Bloody Sunday" e "With or Without You", entre outros.

Catherine Owens e Mark Pellington foram os diretores de "U23D". A qualidade impecável do material serve como paliativo para os fãs da banda, que não tiveram a oportunidade de assistir à última passagem do U2 pelo Brasil em fevereiro de 2006. Apesar de não igualar a experiência de assistir um show da banda ao vivo, o filme cumpre bem a missão de quem deseja ver a banda em cima do palco no conforto das salas de exibição.

Com os óculos que serão entregues nas sessões do filme, os espectadores vão ter a sensação de assistirem ao show do U2 próximos do palco.

O filme faz jus à cinematografia do U2, uma banda que há muitos anos tem ligação particular com o cinema, seja na produção de trilhas sonoras, filmes e vídeos como "Live At the Red Rocks" (1983), "Rattle and Hum" (1988) e "U2: Elevation 2001 Live from Boston (2001)", entre outros.

Veja o repertório apresentado pelo U2 em seu novo filme:
"Vertigo"
"Beautiful Day"
"New Years Day"
"Sometimes You Can't Make it On your Own"
"Love and Peace or Else"
"Sunday Bloody Sunday"
"Bullet the Blue Sky/The Hands that Built America"
"Miss Sarajevo"
"Pride (In the Name of Love)"
"Where the Streets Have no Name"
"One"
"The Fly"
"With or Without You"
"Yahweh"

Opa, vamos lá!

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Magnífico!


Não sei a fonte, nem o nome da Cia. Recebi por e-mail.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Fases

"...Tenho fases, como a lua. Fases de andar escondida, fases de vir para a rua...

Perdição da minha vida! Tenho fases de ser tua, tenho outras de ser sozinha..."

Por Cecilia Meirelles.

Fogo

Por Dinho Ouro Preto

Não consigo dizer se é bom ou mau
Assim como o ar me parece vital
Onde quer que eu vá
O que quer que eu faça
Sem você, não tem graça!

Medo da chuva

Por Raul Seixas

É pena!
Que você pense
Que eu sou seu escravo!
Dizendo que eu sou seu marido
E não posso partir!
Como as pedras imóveis na praia
Eu fico ao teu lado, sem saber
Dos amores que a vida me trouxe
E eu não pude viver...

... quando eu jurei
Meu amor eu traí a mim mesmo
Hoje eu sei!
Que ninguém nesse mundo
É feliz tendo amado uma vez
Uma vez...

O coração é uma casa de putas: Tem muitos quartos.

Por Gabriel Garcia Márquez

O amor são negócios. São ações, investimentos, onipresença deseja damas, impossível. O amor é gripe. Conhecemo-lo por inteiro, sabemos de seus caminhos, mas sempre adoecemos. O amor é ainda pior que a gripe, porque nele nós insistimos. Seria talvez mais sensato ter gripe que amar. O amor é curto e bruto. Soca tudo para dentro de seu tamanho, e lá dentro é tão pequeno. Como não sair machucado de limites tão estreitos?
O amor tem cheiro
, ninguém ama o que fede.
O amor é cheio de frescuras
. Quer flores e quer ser entendido. Há gente que acha que amor são dois cubos lado a lado. Há quem ache que são engrenagens justapostas. Há quem não saiba o que fazer do próprio amor, e há os que não o conhecem e nem por isso morrem. Somos todos tão esquisitos. Amamos e morremos de medo, ou então amamos e temos mil coragens, ou então estamos sempre a um pezinho só do amor e olhamos para os lados, perguntando: "Ninguém vai fazer nada? Ninguém vai me dar uma mão com isto aqui?" O amor vive dizendo: "se vira". O amor nem sempre pára na rua pra nos cumprimentar. Às vezes chegamos esbaforidos num lugar, e ele acabou de sair. O lugar onde se sentou ainda está quente, a marca de sua bunda, em forma de coração, ainda é visível, mas estamos atrasados. Noutras vezes, chegamos cedo demais, e nos enchemos e vamos embora antes que ele apareça - se é que aparece. Às vezes nos apaixonamos pela idéia que fazemos do outro. E o amor reconhece sua firma, e diz que é legítimo e autenticado - penas talvez seja breve. Às vezes o amor é tão curto que dá a aparência de engano. Culpamos o amor por tudo. Às vezes o amor vem vestido de fome, de falta; às vezes nem dá nome na porta, entra quieto, tira os sapatos, olha pros lados, e voilá! estamos ferrados. E às vezes o amor vem todo pintado, fazendo escândalo e bebendo muito, subindo nas mesas, dançando, piscando para tudoe para todos, soltando baforadas safadas, borrando o batom. Às vezes vem como chuva, penetra nossa pintura e nos molha os olhos ou enche nossa barriga de formigas. O amor nos deixa ansiosos, dependentes do relógio, donos dos meses sem fimentre desgostos mais ou menos óbvios. Nunca acordei amando, mas já fui dormir assim muitas vezes. Nunca perdi a fome, mas já cansei de perder o sono. Nunca recuperei nada. Já olhei muitas manhãs com cara de última, já desci muitas ruas que tinham ar de fim da linha, já me senti vezes sem conta irmão das poças. Já bebi muitas auroras em companhias mortas. Já fui expert em cinzas. E o amor vive comigo. Tenho dois corações: um é meu, com licença, que alguém tem que ser constante a meu lado; o outro tem donos variados. O amor o aluga a gente esquisita, a uns fodidos, mal-amados; mas também o loca a gente maldita, que é bela, bonita e boa, que me faz rir e achar bom não ser mais dono do que penso - essa gente que me mata em cada ponto final que resolve inventar.

terça-feira, 22 de julho de 2008

sexta-feira, 18 de julho de 2008

3 segundos!


Ediçao de Vídeo Érika Montoro.
Live8Live


quinta-feira, 10 de julho de 2008

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Buldog por John Sterling Ruth








Propagandas geniais - Seu corpo é a sua casa, não fume!


































































Advertising Agency: Ogilvy & Mather, Singapore
Executive Creative Director: Tham Khai Meng
Creative Director: Eugene Cheong
Copywriters: Eugene Cheong, Dave Fowle
Art Directors: Stuart Mills, Michelle Tranter, Mr Tham Khai Meng
Typographer: Michelle Tranter
Account Supervisors: Lim Hui Tze, Sariyanti Sannie

Propagandas geniais - Eu tomo leite!








Director/Copywriter: José Silva
Art Director: Chang Lee
Photographer: Manuel Kojchen
Advertising Agency: Eva, Santiago, Chile
Creative

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Oração das mulheres bem resolvidas!

Que o mar vire cerveja e os homens tira gosto, que a fonte nunca seque e que a nossa sogra nunca se chame Esperança, porque Esperança é a última que morre... Que os nossos homens nunca morram viúvos, e que nosso filhos tenham pais ricos e mães gostosas!
Que Deus abençoe os homens bonitos, e os feios se tiver tempo!
Deus... Eu vos peço sabedoria para entender um homem, amor para perdoá-lo e paciência pelos seus atos, porque Deus, se eu pedir força, eu bato nele até matá-lo.
Um brinde... Aos que temos, aos que tivemos e aos que teremos.
Um brinde também aos namorados que nos conquistaram, aos trouxas que nos perderam e os sortudos que ainda vão nos conhecer!

*Que sempre sobre, que nunca nos falte, e que a gente dê conta de todos*!

Amém.

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Mãe é mãe!

Mãe: Alô?
Filha: Mãe? Posso deixar os meninos contigo hoje à noite?
Mãe: Vai sair?
Filha: Vou.
Mãe: Com quem?
Filha: Com um amigo.
Mãe: Não entendo porque você se separou do teu marido, um homem tão bom...
Filha: Mãe! Eu não me separei dele! ELE que se separou de mim!
Mãe: É... você me perde o marido e agora fica saindo por aí com qualquer um....
Filha: Eu não saio por aí com qualquer um. Posso deixar os meninos?
Mãe: Eu nunca deixei vocês com a minha mãe, para sair com um homem que não fosse teu pai!
Filha: Eu sei, mãe. Tem muita coisa que você fez que eu não faço!
Mãe: O que você tá querendo dizer?
Filha: Nada! Só quero saber se posso deixar os meninos.
Mãe: Vai passar a noite com o outro? E se teu marido ficar sabendo?
Filha: Meu EX-marido!! Não acho que vai ligar muito, não deve ter dormido uma noite sozinho desde a separação!
Mãe: Então você vai dormir com o vagabundo!
Filha: Não é um vagabundo!!!
Mãe: Um homem que fica saindo com uma divorciada com filhos só pode ser um vagabundo, um aproveitador!
Filha: Não vou discutir, mãe. Deixo os meninos ou não?
Mãe: Coitados... com uma mãe assim...
Filha: Assim como?
Mãe: Irresponsável! Inconseqüente! Por isso teu marido te deixou!
Filha: CHEGA!!!
Mãe: Ainda por cima grita comigo! Aposto que com o vagabundo que tá saindo contigo você não grita.
Filha: Agora tá preocupada com o vagabundo?
Mãe: Eu não disse que era vagabundo!? Percebi de cara!
Filha: Tchau!!
Mãe: Espera, não desliga! A que horas vai trazer os meninos?
Filha: Não vou. Não vou levar os meninos, também agora não vou mais sair!
Mãe: Não vai sair? Vai ficar em casa? E você acha o que, que o príncipe encantado vai bater na tua porta? Uma mulher na tua idade, com dois filhos, pensa que é fácil encontrar marido?
Se deixar passar mais dois anos, aí sim que vai ficar sozinha a vida toda!
Depois não vai dizer que não avisei!
Eu acho um absurdo, na tua idade você ainda precisar que EU te empurre para sair!

por Luis Fernando Veríssimo

Deputados e Senadores queridos!

quinta-feira, 19 de junho de 2008

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Hoje começo a fazer dieta.





















Querido diário!

Hoje começo a fazer dieta. Preciso perder 8 kg. O médico aconselhou a fazer um diário, onde devo colocar minha alimentação e falar sobre o meu estado de espírito. Sinto-me de volta a adolescência, mas estou muito empolgada com tudo. Por mais que dieta seja dolorosa, quando conseguir entrar naquele vestidinho preto maravilhoso, vai ser tudo de bom.
Primeiro dia de dieta: Um queijo branco. Um copo de diet shake. Meu humor está maravilhoso. Me sinto mais leve. Uma leve dor de cabeça talvez.

Segundo dia de dieta: Uma saladinha básica. Algumas torradas e um copo de iogurte. Ainda me sinto maravilhosa.
A cabeça dói um pouquinho mais forte, mas nada que uma aspirina não resolva.

Terceiro dia de dieta: Acordei no meio da madrugada com um barulho esquisito. Achei que fosse ladrão. Mas, depois de um tempo percebi que era o meu próprio estômago. Roncando de dar medo. Tomei um litro de chá.
Fiquei mijando o resto da noite.
Anotação: Nunca mais tomo chá de camomila.

Quarto dia de dieta: Estou começando a odiar salada. Me sinto uma vaca mascando capim. Estou meio irritada. Mas acho que é o tempo. Minha cabeça parece um tambor. J. comeu uma torta alemã hoje no almoço. Mas eu resisti.
Anotação: Odeio J.

Quinta dia de dieta: Juro por Deus que se ver mais um pedaço de queijo branco na minha frente, eu vomito! No almoço, a salada parecia rir da minha cara. Gritei com o boy hoje! E com a J. Preciso me acalmar e voltar a me concentrar. Comprei uma revista com a Gisele na capa. Minha meta. Não posso perder o foco.

Sexto dia de dieta: Estou um caco. Não dormi nada essa noite. E o pouco que consegui sonhei com um pudim de leite. Acho que mataria hoje por um pedaço de brigadeiro...

Sétimo dia de dieta: Fui ao médico. Emagreci 250 gramas.
Tá de sacanagem! A semana toda comendo mato. Só faltando mugir e perdi 250 gramas! Ele explicou que isso é normal. Mulher demora mais emagrecer, ainda mais na minha idade.
O FDP me chamou de gorda e velha!
Anotação: Procurar outro médico.

Oitavo dia de dieta: Fui acordada hoje por um frango assado. Juro! Ele estava na beirada da cama, dançando can-can. Anotação: O pessoal do escritório ficou me olhando esquisito hoje, J. diz que é porque estou parecendo o Jack do Iluminado.

Nono dia de dieta: Não fui trabalhar hoje. O frango assado voltou a me acordar, dançando dança-do-ventre dessa vez. Passei o dia no sofá vendo tv. Acho que existe um complô. Todos os canais passavam receita culinária. Ensinaram a fazer Torta de morangos, salpicão e sanduiche de rocambole.
Anotação: Comprar outro controle remoto, num acesso de fúria, joguei o meu pela janela.

Décimo dia de dieta: Eu odeio Gisele B.

Décimo primeiro dia de dieta: Chutei o cachorro da vizinha. Gritei com o porteiro. O boy não entra mais na minha sala e as secretárias encostam na parede quando eu passo.

Décimo segundo dia de dieta: Sopa. Anotação: Nunca mais jogo poquer com o frango assado. Ele rouba.

Décimo terceiro dia de dieta: A balança não se moveu.
Ela não se moveu! Não perdi um mísero grama! Comecei a gargalhar.
Assustado o médico sugeriu um psicólogo. Acho que chegou a falar em psiquiatra. Será porque eu o ameacei com um bisturi?
Anotação: Não volto mais ao médico, o frango acha que ele é um charlatão.

Décimo quarto dia de dieta: O frango me apresentou uns amigos. A picanha é super gente boa, e a torta, embora meio enfezada, é um doce.

Décimo quinto dia de dieta: Matei a Gisele B! Cortei ela em pedacinhos e todas as fotos de modelos magérrimas que tinha em casa. Anotação: O frango e seus amigos estão chateados comigo. Comi um pedaço do Sr. Pão. Mas foi em legítima defesa. Ele me ameaçou com um pedaço de salame.

Décimo sexto dia: Não estou mais de dieta. Aborrecida com o frango, comi ele junto com o pão. E arrematei com a torta. Ela realmente era um doce.
Hummmmmmmmmmmmm... delícia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ae mulher, quem nunca passou por isso, não é mesmo?

Toma logo, Horácio!

Vai, Horácio. Toma logo.
- Eu não tomo nada sem antes ler a bula. Cadê meus óculos?

- Pendurados no seu pescoço.

- Isso é ridículo, Maria Helena. Ridículo.

- Então todos os homens da sua idade são ridículos.

Porque todos estão tomando.
E não me puxa esse lençol, fazendo o favor.
Olha aí o bololô que você me faz nas cobertas.

- A humanidade conseguiu crescer e se multiplicar durante milênios sem isso.
Nós dois crescemos e nos multiplicamos sem isso.
Taí o Pedro Paulo, taí o Zé Augusto que não me deixam mentir.
Fora aquele aborto que você fez.

- Horácio, eu não vou discutir isso com você agora.
Toma logo esse negócio.

- Isso aqui faz mal pro coração, sabia?
Um monte de gente já morreu tentando dar uma trepadinha farmacêutica.

- Foi por uma boa causa. E não faz mal coisa nenhuma.
Só pra quem é cardíaco e toma remédio. Você não é cardíaco.
Nem coração você tem mais.

- Não começa, Maria Helena, não começa.

- Pode ficar sossegado que você não vai morrer do coração por causa dessa pilulinha.
Eu vi num programa do GNT um velhinho de 92 anos que toma isso todo dia.

- Sério?

- Preciso de sexo, Horácio.

- Mas hoje é segunda, Maria Helena...

- Quero trepar. Foder. Ser comida por um macho de pau duro.

- Francamente, Maria Helena, que boca.
Parece que saiu da zona.

- Quero ser penetrada, quero gozar.

- O sexo é uma ditadura, Maria Helena.
A gente tá na idade de se livrar dela.

- Saudades da dita dura.

-Olha só, você me fez fazer um trocadilho de merda.
Além do mais, Maria Helena, nós já tivemos um número mais do que suficiente de relações sexuais na vida, por qualquer padrão de referência nacional ou estrangeiro.
A quantidade de esperma que eu já gastei nesses anos todos com você dava pra encher a piscina aqui do prédio.

- Com o esperma que você ordenhou manualmente, talvez.
O que o senhor gastou comigo não daria nem pra encher o bidê aqui de casa.
Um penico, talvez. Até a metade.

- Maria Heleeena...

- E faz quase um ano que não pinga uma gota lá dentro!

- Sossega o facho, mulher. Vai fazer ioga, tai chi chuan.
Já ouviu falar em feng shui, bonsai, shiatsu?
Arranja um cachorro. Quer um cachorro? Um salsichinha?

- Quero um salsichão, Horácio.
Olha aí: outra piadinha infame.

- É porque você está com idéia fixa nessa porcaria.

- Que porcaria?

- O sexo, Maria Helena, o sexo.

- Sabe o que mais que deu naquele programa sobre sexo, Horácio?

- Não estou interessado.

- Deu que as mulheres com vida sexual ativa têm muito menos chance de ter câncer. É científico.

- Come brócolis que é a mesma coisa, Maria Helena! Protege contra tudo que é câncer. Também é científico, sabia? E puxado no azeite, com alho, fica uma delícia.

- A que ponto chegamos, Horácio.
Eu falando de sexo e você me vem com brócolis puxado no azeite!

- Com alho.

- Faça-me o favor, Horácio.

- Maria Helena, escuta aqui, você já tem 50 anos, minha filha, dois filhos adultos, já tirou um ovário, já...

- Não fiz 50 ainda. Não vem não. E o que é que filho e ovário têm a ver com sexo?

- Maria Helena, me escuta.

Depois de uma certa idade as mulheres não precisam mais de sexo.

- Ah, não? Quem decidiu isso?

- Sexo nessa idade é pras imaturas. Pras deslumbradas, pras iludidas que não sabem envelhecer com dignidade.

- Prefiro envelhecer com orgasmos.

- O que é que o Freud não diria de você, Maria Helena.

- E de você, então, Horácio?
No mínimo, que você virou gay depois de velho. Boiola!

- Maria Helena! Faça-me o favor.
Eu tenho que ouvir isso na minha própria casa, na minha própria cama, diante da minha própria televisão?

- Aliás, gay gosta de trepar. É o que eles mais gostam de fazer.
Você virou outra coisa, sei lá o quê. Um pingüim de geladeira, talvez.

- Maria Helena, dá um tempo, tá?
Tenho mais o que fazer.

- Fazer? Essa é boa.
O que é que um funcionário público aposentado com salário integral tem pra fazer na vida, posso saber?

- Sem comentários, Maria Helena, sem comentários.

- Tá bom, sem comentários.
Bota os óculos e lê duma vez essa bendita bula.

- Só que precisa de dois óculos pra ler isso.
Olha só o tamanhico da letra.
Se é um negócio pra velho, deviam botar uma letra bem grande.
Pelo menos isso.

- Vira o foco do abajur para cá... assim... melhorou...
Abaixa essa televisão também.
Não consigo me concentrar ouvindo novela.
Mais. Mais um pouco.

- Pronto, patrãozinho. Sem som. Vai, lê duma vez.

- O princípio ativo do medicamento é o citrato de sildenafil.

- Sei.

- Veículos excipientes: celulose microcristalina...

- Celulose vem da madeira. Pau, portanto. Bom sinal.

- Onde foi parar a sua pouca educação, Maria Helena?

- Vai lendo, Horácio.
Depois conversamos sobre a minha pouca educação.

- Cros... camelose sódica. Crocamelose. Castrepa, Maria Helena.
Me recuso a tomar um troço com esse nome.
Deve ser alguma secreção de camelo. Se não for coisa pior.

- Não é camelose. Num tá vendo aí? É caRmelose.
Deve ser algum adoçante artificial.
Pro seu pau ficar doce, meu bem.

- Putz. Só rindo mesmo.
A menopausa acabou com a sua lucidez, Maria Helena.

- Troco toda a lucidez do mundo por um pau tinindo de tesão por mim.

- Absurdo, absurdo!

- Que mais, que mais, Horácio

- Dióxido de titânio

- Ah, titânio. Pro negócio ficar bem duro

- Índigo carmim..

- Índigo? Deve ser o que dá o azul da pilulinha.

- Será que esse negócio não vai deixar o meu pau azul, Maria Helena?

- E daí, se deixar?
Você não sai por aí exibindo o seu pênis, que eu saiba.Ou sai?

- Mas, e se eu for a um mictório público? O que é que o cara ao lado não vai pensar do meu pinto azul?

- Diz que você é um alienígena, ora bolas.
Que o seu corpo está pouco a pouco se adaptando à Terra, que ainda faltam alguns detalhes.
Ou explica que você é um nobre, de sangue e pinto azul.
Ou não diz nada, ora bolas.
Acaba de mijar, guarda o pinto azul e vai embora, pô.

- Escuta. Agora vem a parte que explica como esse petardo funciona.

- Isso. Quero ver esse petardo funcionando direitinho.

- Presta atenção.
"O óxido nítrico, responsável pela ereção do pênis, ativa a enzima guanilato ciclase, que, por sua vez, induz um aumento dos níveis de monofosfato de guanosina cíclico, produzindo um relaxamento da musculatura lisa dos corpos cavernosos do pênis e permitindo assim o influxo de sangue: Cacete. Corpos cavernosos.
Já pensou, Maria Helena?
Corpos cavernosos sendo inundados de sangue?
Puro Zé do Caixão.

- Corpo cavernoso só pode ser herança do homem das cavernas.
Vocês homens evoluem muito lentamente.

- Pára de viajar, Maria Helena. Parece que fumou maconha.

- Não era má idéia. Pra relaxar. Vou roubar do Pedro Paulo.
Eu sei onde ele esconde. Podíamos fumar juntos.

- Eu já tô relaxado. Tô até com sono, pra falar a verdade.

- Lê, lê, lê, lê aí. Você já dormiu tudo a que tinha direito nessa vida.

- Vou ler. "Todavia, o sildenafil não exerce um efeito relaxante
diretamente sobre os corpos cavernosos..."

- Não?

- Não, Maria Helena.

Ele apenas "aumenta o efeito relaxante do óxido nítrico através da inibição da fosfodiesterase-5, a qual" - veja bem, Maria Helena, veja bem - "a qual é a responsável, pela degradação do monofosfato de guanosina cíclico no corpo cavernoso?". Ouviu isso?
Degradação, Maria Helena dentro dos meus próprios corpos cavernosos.
Degradante...

- Degradante é pau mole.

- Olha o nível, Maria Helena, olha o nível.
Vamos ver os efeitos colaterais. Olha lá: dor de cabeça.
Você sabe muito bem que se tem uma coisa que eu não suporto na vida é dor de cabeça.

- Na cultura judaico-cristã é assim mesmo, Horácio.
Pra cabeça de baixo gozar, a de cima tem que padecer.

- Não me venha com essa sua erudição de internet, Maria Helena.
Estamos off-line.

- Deixa de ser criança, Horácio.
Se der dor de cabeça você toma um Tylenol, reza uma ave-maria, canta o "Hava Naguila'; que passa.
Que mais, que mais?

- Enjôos. Ó céus. Enjôos...

- Você sempre foi um tipo enjoado, Horácio. Ninguém vai notar a diferença.

- Vamos ver o que mais... hum... dispepsia. Que lindo. Vou trepar arrotando na sua cara.

- Você me come por trás. Arrota na minha nuca.

- É brincadeira... É essa a sua idéia de amor, Maria Helena?

- Isso não tem nada a ver com amor, Horácio.
Já disse: é profilaxia contra o câncer.
E arrotar, você já arrota mesmo o dia inteiro, sem a menor cerimônia. Na mesa, na sala, em qualquer lugar.

- Como se você não arrotasse, Maria Helena.

- Mas não fico trombeteando os meus arrotos. Isso é coisa de machão broxa.
Em vez de trepar com a esposa, fica arrotando alto pra se sentir o cara do pedaço.

- Como você é simplória, Maria Helena, como você é menor.
Desculpe, mas acho que o seu cérebro anda encolhendo, sabia?
Ou mofando. Ou as duas coisas.

- Vai, Horácio, chega de conversa mole. E de pau idem.
Pula os efeitos colaterais.

- Como, "pula os efeitos colaterais"?
É porque não é você quem vai tomar essa meleca, né?
Vou ler até o fim. Os efeitos colaterais são a parte mais importante. Olha lá: gases.
Que é que tá rindo aí?

- Do efeito cu-lateral. Desculpa. Esse foi de propósito. Não agüentei.

- Admiro seu humor refinado, Maria Helena.
Torna você uma mulher tão mais sedutora, sabia?

- Obrigada, Horácio.
Agora, quanto aos seus gases, pode relaxar o esfíncter, meu filho. Numa boa.
Tô tão acostumada que até sinto falta quando estou sozinha.
Sério. Fico pensando: Ah, se o Horácio estivesse aqui agora pra soltar uma bufa de feijoada com cerveja na minha cara.

- Maria Helena, qualquer dia você vai ganhar o Oscar da vulgaridade universal.

- Vou dedicar a você.

- Vamos ver que mais temos aqui em matéria de efeitos colaterais.
Ah! Congestão nasal. Que gracinha. Vou ficar fanho, que nem o Donald.
Qüém, qüém. Qüém.

- Um pateta com voz de pato. Perfeito.

- Ridículo. Absurdo. Idiota.

- Ridículo você já é, Horácio. E quem não é?
Além do mais, é só calar a boca que você não fica fanho.

- Ah, tá. E se eu quiser falar alguma coisa na hora?

- Você não diz nada de interessante há mais de dez anos, Horácio.
Vai dizer justo na hora de trepar?

- Eu não nasci para dizer coisas interessantes a você, Maria Helena.

- Já percebi.

- Hum. Ouve só; diarréia!

- Quê?

- É outro efeito colateral dessa bomba aqui.
Fala sério, Maria Helena.
Isto aqui é um veneno.
Não sei como eles vendem sem receita.

- Deixa de ser pueril, Horácio.
Imagine se alguém vai ter todos os efeitos colaterais ao mesmo tempo. No máximo um ou dois.

- A caganeira e os arrotos, por exemplo?
Ou a ânsia de vômito e os gases?

- Faz um cocozinho básico antes. Pra esvaziar. Agora, Horácio. Eu espero.

- Eu não estou com vontade de fazer cocozinho nenhum, Maria Helena.
Faça-me o favor.
E olha aqui, mais um efeito colateral: visão turva.

- Você bota os seus óculos de leitura.
E que tanto você quer ver que já não viu?

- Maria Helena, você não entendeu?
Essa droga perturba seriamente a visão. Vou ficar cego por sei lá quantas horas, quantos dias.
E tudo por causa de uma reles trepadinha?
E se a minha visão não voltar? Vou andar de bengala branca pro resto da vida?

- Pode deixar que eu guio a sua bengala, Horácio.
Olha, pensa no lado bom da cegueira: você vai poder me imaginar 20 anos mais moça.
Trinta, se quiser.

- Maria Helena, desisto.
Não vou tomar essa porcaria e tá acabado.

- Dá aqui essa cartela, Horácio. Abre a boca. Pronto. Engole. Olha a água aqui.

- Isso. Que foi? Engasgou, amor?! Tosse pra lá, ô! Me borrifou toda!
Que nojo! Quer que bata nas suas costas?
Ai, meu Deus! Horácio?
Você está bem? Respira fundo! Isso, isso... E aí, amor?
Melhorou? Morrer afogado num copo d'água ia ser idiota demais, até prum cara como você.

- Arrr! E com essa pílula monstruosa entalada na garganta, ainda por cima! Ufff! Me dá mais água.

- Quanto tempo isso aí demora pra bater?

- Isso aí o quê?

- A pílula, Horácio, a pílula.

- E eu sei lá?

- Vê na bula, Horácio.

- Hum... tá aqui: 30 minutos.

- Ótimo. Dá tempo de ver o fim da minha novela.

Sexy

Uma sexagenária resolveu fazer hidroginástica.
Cheia de gás e autoconfiança, entrou na secretaria da academia.
Mal chegou, a professora olhou-a de cima abaixo e avisou:
- Precisamos proceder a uma avaliação.
Pegou uma ficha, preencheu com seu Nome e endereço e mandou brasa:
- Então a senhora já tem mais de sessenta anos?
- Pois é, minha filha, há seis anos virei sexy.
- Como? A senhora disse sexy?
- É, sexy de sexagenária, entendeu?
- A senhora tem falta de AR?
- Não, tenho falta de dinheiro.
- Às vezes sofre de tontura?
- Sofro com as tonteiras dos outros.
- Tem hipertensão?
- Não, tenho hipertesão.
- É diabética?
- Não, sou diabólica.
- Tem alergia?
- A mulher.
A esta altura, a moça não se conteve:
- A senhora é doida?
- Por homem!!!

"O MAIS FANTÁSTICO DA VIDA É ESTAR COM ALGUÉM QUE SABE FAZER DE UM PEQUENO INSTANTE UM GRANDE MOMENTO!

Viva as sexies!

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Na paz do seu sorriso - Roberto Carlos

Desabafo



Homem presta?

Não!
Nem o seu, nem o meu e nem o delas.

sábado, 7 de junho de 2008

A pergunta é: quem fechou quem???

Para quem está podendo!

Nova York tem tour "Sex and the City" por R$ 42 mil
Por Folha de São Paulo

Uma agência de viagens de Nova York está oferecendo às fãs de "Sex and the City", ao preço de US$ 24 mil (R$ 42 mil), a oportunidade de viver a vida das personagens do seriado de TV.
No roteiro, as mulheres podem comprar sapatos e bolsas de luxo, ser mimadas em spas de luxo e tomar coquetéis nas casas noturnas mostradas no programa.
Joanne Konstantinakos, fundadora da agência de viagens que está oferecendo o passeio, Destination On Location, disse que o lançamento próximo do filme "Sex and the City" reacendeu o interesse das fãs pelo seriado, que terminou em 2004.
"'Sex and the City' é uma oportunidade perfeita porque é um fenômeno global. Não é preciso ser nova-iorquino para acompanhar o seriado", disse ela.
A primeira cliente a reservar a tour foi uma mulher de Cingapura, onde o seriado é proibido.
As participantes do passeio de quatro dias serão levadas de automóvel com motorista para as elegantes lojas de departamentos Saks e Barneys New York e butiques que incluem a loja em Nova York de Patricia Field, a estilista cujas roupas ganharam destaque no seriado de televisão.
Fazem parte do passeio jantares em restaurantes famosos, incluindo o Balthazar e o Pastis, e visitas a clubes exclusivos como Bungalow 8.
As participantes também poderão escolher o que fazer em sua tarde de sábado, com base nos gostos de sua personagem favorita do seriado.
As fãs da certinha Charlotte vão conhecer a joalheria Tiffany & Co e percorrer galerias de arte. As que se identificam mais com Samantha farão compras na Madison Avenue e conhecerão uma sex shop de alto nível.
O primeiro tour, marcado para começar em 29 de maio, vai incluir a noite de estréia do filme "Sex and the City," em 30 de maio. Os subsequentes, previstos para incluir entre oito e 12 pessoas, vão continuar até 16 de novembro.

Leia a matéria em Folha de São Paulo - Clique aqui.

Tudooooo!