terça-feira, 11 de setembro de 2007

Enqto isso, na Justiça...

A Justiça condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a devolver R$ 2 mil, acrescidos de juros calculados desde janeiro de 1999, para um fiel que se arrependeu de fazer a doação. A decisão da 4 Camara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo
(TJ-SP).

Os desembargadores entenderam que o motorista Luciano Rodrigo Spadacio foi induzido a erro, com a promessa de que, se entregasse o dinheiro à igreja, sua vida iria melhorar. O aconselhamento acabou por induzir o apelante a praticar ato por ele efetivamente não desejado, decidiu o relator, desembargador José Geraldo de Jacobina Rabello, informa o site Consultor Jurídico.

O caso de Luciano, hoje com 28 anos, começou em
1 de janeiro de 1999, quando morava no município de General Salgado, na região noroeste do Estado. Naquele dia ele foi abordado por um pastor da Universal, que o convenceu a se desfazer de seus bens e entregar o que arrecadou à igreja. O motorista decidiu então vender um veículo Ford Del Rey. Obteve R$ 2,6 mil com o negócio e entregou tudo ao pastor. Dias depois, se arrependeu. Ele alega, no processo, que percebeu ter sido vítima da fragilidade e do desespero por conta das dificuldades financeiras. Conseguiu sustar um dos cheques, de R$ 600, mas outro de R$ 2 mil, foi descontado.

O motorista entrou com ação de indenização em julho de 2000, por danos morais e materiais, pedindo reparação no valor de R$ 20 mil. O caso chegou ao TJ-SP em junho de 2002. A assessoria de imprensa da Universal afirma em nota que cabe recurso da decisão e a assessoria jurídica da
instituição está providenciando as medidas necessárias.
Jornal O Estado de S. Paulo

Um comentário:

CresceNet disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.